Descrição de chapéu Coronavírus

Brasil tem janela de oportunidade para conter coronavírus, diz OMS

Para Mike Ryan, diretor da entidade, país deve aproveitar platô de contágio para retomar controle da epidemia

Bruxelas

O platô que a epidemia de coronavírus atingiu no Brasil é uma janela de oportunidade para tentar dominar o contágio, afirmou nesta sexta (17) o diretor-executivo da OMS (Organização Mundial da Saúde), Michael Ryan.

Segundo ele, é um erro acreditar que, só porque a infecção parou de crescer de forma exponencial, ela vai recuar sozinha: “Em vários países do mundo, inclusive o Brasil, o vírus está no controle, é o vírus que dá as cartas. É preciso recuperar esse controle”.

O diretor da entidade também afirmou que “os profissionais de saúde estão pagando muito caro pela epidemia” no Brasil —são funcionários da saúde cerca de 10% das quase 77 mil mortes por Covid-19 já registradas no país.

Segundo a OMS, a taxa de transmissão no país chegou a 2 em abril, e agora varia de acordo com a região, entre 0,5 e 1,5. A faixa vai ao encontro do cálculo feito nesta semana pelo Imperial College, que aponta uma taxa média para o país de 1,03.

O número indica para quantas pessoas, em média, cada contaminado transmite o coronavírus. Uma taxa de transmissão acima de 1 significa que o contágio está acelerando e a epidemia está fora de controle. O Brasil está há 12 semanas com o indicador acima de 1.

Sem mencionar especificamente o Brasil, o diretor da OMS citou o presidente sul-africano Nelson Mandela (1918-2013), que faria aniversário neste sábado (18). "Vale a pena lembrar o frase: 'Não me julgue pelos meus sucessos, julgue-me por quantas vezes eu caí e consegui me reerguer'. Acho que é onde estamos agora em vários países”, disse ele.

Ryan repetiu que a epidemia pode ser controlada se governo e população adotarem um conjunto de medidas básicas, como usar máscaras, evitar aglomerações, manter distância de ao menos 1,5 metro dos outros, proteger o rosto ao tossir e espirrar e lavar as mãos com frequência.

“Governos precisam comunicar os riscos de forma cuidadosa e trabalhar para que os lugares estejam seguros. Cabe a cada um de nós também avaliar nosso risco e tomar as decisões corretas”, disse o diretor.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.