Game Fifa tira atletas da capa após acusações contra Ronaldo e Neymar

Desenho de Neymar que supostamente estaria na capa do Fifa foi feito por brasileiro

Luciano Trindade
São Paulo

As embalagens do Fifa 20 apresentam uma novidade com relação aos modelos anteriores da maior franquia de games de futebol do mundo. São três opções de capa, nas cores preta, rosa e branca. Todas com grafismos abstratos, mas nenhuma com a imagem de um jogador.

As acusações de estupro contra Neymar, nas últimas semanas, e Cristiano Ronaldo, cuja investigação foi reaberta no ano passado, fizeram a EA Sports, produtora do game, adotar uma nova estratégia de divulgação. Os dois jogadores foram protagonistas da marca recentemente.

Agora, diferentemente do que ocorreu nos últimos anos, inclusive na edição 19, a empresa lançou seu novo título sem um atleta como garoto-propaganda.

O atacante da seleção brasileira e do PSG era o principal cotado para estrelar a franquia. Ao lado do argentino Dybala e do belga De Bruyne, ele assumiu posição de destaque na versão 19 quando a imagem de Cristiano Ronaldo foi tirada da capa após uma acusação de estupro contra ele ter sido reaberta nos EUA.

Neymar em versão da capa do Fifa 20 que estava disponível na Playstation Store
Neymar em versão da capa do Fifa 20 que estava disponível na Playstation Store - Reprodução

Mas uma semana antes do lançamento do Fifa 20, no último sábado (8), Neymar também foi acusado de estupro por uma mulher, a modelo Najila Trindade. O jogador refuta as declarações dela, e o caso está na Polícia Civil de São Paulo.

Nos últimos dias, vazou nas redes sociais a imagem de uma das versões do Fifa 20 com Neymar na capa. Ela estava disponível na loja PlayStation Store, que comercializa versões digitais de games.

Procuradas, nem a EA Sports nem a Sony, dona da PlayStation Store, se manifestaram sobre a imagem até a publicação deste texto.

 
A ilustração foi feita pelo designer brasileiro Cristiano Siqueira. "Quem me solicitou foi um escritório de design dos EUA, o Cinco Design. A ilustração seria parte de um projeto gráfico que essa agência estaria criando para a EA", ele afirmou à Folha.
 
Siqueira não sabia que seu trabalho poderia ser a imagem de capa do jogo. "A gente orçou um valor que cobriria qualquer tipo de utilização, inclusive mundial", explicou, sem revelar o orçamento da peça por questões contratuais.
 
O designer conta que Neymar ficou sabendo que a ilustração havia sido feita por um brasileiro e quis conhecê-lo. "Eu fui procurado pelo staff do Neymar no mês passado. Eles disseram que o Neymar tinha curtido e seria interessante marcar uma entrevista comigo para contar um pouco sobre o trabalho."
 
De acordo com Siqueira, a entrevista aconteceu, mas ela só poderia ser divulgada após o lançamento oficial do jogo, conforme acordo com a EA. Agora, ele não sabe se o desenho será utilizado.
 
"Eu só soube que a ilustração faria parte do design da capa quando o staff do Neymar me contatou e, a partir disso, é natural que se crie alguma expectativa", disse. "Caso a capa final não tenha a ilustração, eu ficaria um pouco decepcionado", finalizou.

Em 2018, o lançamento do Fifa 19 também ocorreu no início de junho, no dia 7. A única informação divulgada naquele dia foi justamente a capa, com Cristiano Ronaldo, ainda com a camisa do Real Madrid. Semanas depois, a imagem foi atualizada, com o português vestindo o uniforme da Juventus.

A EA Sports foi uma das patrocinadoras de Neymar que cobraram os responsáveis pela carreira do atleta desde que a acusação de estupro se tornou pública. No ano passado, a empresa declarou que estava preocupada com o caso envolvendo Ronaldo.

"Estamos monitorando a situação, e esperamos que os atletas de capa e embaixadores se comportem de uma maneira que é consistente com os valores da EA", disse em nota na ocasião.

Ainda que não seja garoto-propaganda do Fifa 20, Neymar estará presente no jogo. No último sábado, inclusive, o PSG foi um dos clubes europeus que divulgaram um teaser do game, no qual o brasileiro aparece vestindo a camisa do clube ao lado dos companheiros Mbappé e Di María.

 
O novo título de futebol chegará às lojas no dia 20 de setembro. Até lá, a EA tem programado mais dois eventos para a divulgação de novidades relacionadas ao jogo. A empresa não descarta apresentar uma nova capa.
 
Enquanto isso, Neymar continuará convivendo com a pressão de seus patrocinadores. Ao menos  quatro das dez marcas que mantêm parceria com ele já demonstraram incômodo com o caso. A Mastercard inclusive suspendeu uma campanha com o atacante que seria exibida na Copa América.
Capa oficial do Fifa 20 sem nenhum jogador como protagonista
Capa oficial do Fifa 20 sem nenhum jogador como protagonista - Reprodução

Em meio à polêmica envolvendo dois dos garotos-propagandas do Fifa, o Pro Evolution Soccer, principal concorrente do game da EA Sports, divulgou nesta terça-feira (11) a capa da versão 2020 de seu título.

Assim como no ano passado, o argentino Messi vai ser o protagonista do game na versão tradicional. O brasileiro Ronaldinho Gaúcho vai estampar uma edição de luxo do jogo, que será lançado em 10 de setembro. 

Nas redes sociais, alguns usuários criticaram a forma como Ronaldinho foi apresentado, com menos realismo do que Messi.

O PES também é o único jogo que tem a licença oficial do Campeonato Brasileiro e mantém, ainda, parceria com alguns clubes do país, entre os quais Corinthians, São Paulo, Palmeiras e Flamengo.

Apesar das parcerias com os times, alguns jogadores dessas equipes terão versões genéricas dentro do game, ou seja, sem nomes ou características físicas oficiais.

Assim como na versão 2019, o jogo contará com alguns estádios brasileiros, entre eles o Allianz Parque, do Palmeiras. Outras arenas devem ser confirmadas até o lançamento.

Capa PES 2020
Capa PES 2020 - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.