Descrição de chapéu Mundial de Clubes 2019

Técnico do Liverpool afirma ainda não ter visto o Flamengo jogar

Alemão Jürgen Klopp disse estar pensando só no Monterrey, adversário na semi

Doha

Tal qual Jorge Jesus disse não pensar ainda no Liverpool antes da estreia no Mundial, o alemão Jürgen Klopp afirma não ter preocupações com o Flamengo por enquanto. A diferença é que o treinador do time inglês admite nem ter visto o rubro-negro carioca até o momento.

O Liverpool joga a semifinal do Mundial de Clubes nesta quarta (18) contra o Monterrey (MEX), às 14h30 (de Brasília).

“O único time que não vi ainda foi o Flamengo”, disse Klopp, acreditando que isso é natural porque as duas equipes apenas podem se encontrar apenas em uma possível final.

Jürgen Klopp concedeu entrevista coletiva em Doha nesta terça-feira (17)
Jürgen Klopp concedeu entrevista coletiva em Doha nesta terça-feira (17) - Giuseppe Cacace/AFP

O Flamengo chegou à decisão com vitória sobre o Al-Hilal (ARS), por 3 a 1, nesta terça (17).

Klopp também reconheceu ter “visto pouco” dos árabes, mas que pelo menos tem um “jogador árabe” no seu elenco: Mohammed Salah, deixando subentendido que o egípcio poderia lhe passar informações. O Liverpool tem três brasileiros: Alisson, Fabinho (que não está no Mundial, lesionado) e Roberto Firmino.

“Não pensei no Flamengo ainda, apenas no Monterrey. Vamos assistir à semifinal, os dois times são oponentes em potencial na decisão, isso é normal”, completou.

Já Antonio Mohamed, técnico argentino do Monterrey, diz ter a fórmula para surpreender o Liverpool: jogar com a consciência de que vai sofrer pressão e não errar na marcação. 

Porque para ele, na hora de contra-atacar, é possível furar a retaguarda do rival. “Nós viemos para competir, não para ficar vendo o time deles jogar. Em alguns momentos vamos defende bem atrás, mas também vamos sair para o campo deles”, afirmou.

As principais apostas para isso serão o meia mexicano Pizarro e o atacante argentino Funes Mori.

“Não estou preocupado com o Liverpool. Estou preocupado com o meu time”, completa Mohamed.

Pelo acúmulo de jogos, o Liverpool teve uma partida pelas quartas de final da Copa da Liga inglesa nesta terça, contra o Aston Villa. Foram escalados atletas reservas e das categorias de base, e os líderes da Premier League acabaram derrotados por 5 a 0.

A opção por priorizar o Mundial levou o diário britânico Daily Mail a protestar e publicar que a copa local é mais importante do que o torneio internacional.

“Nós estamos aqui e completamente focados nisso. Se você me perguntasse se deveríamos ter um Mundial de Clubes no meio da temporada [europeia], eu diria que não, para ser honesto. Mas nós estamos aqui e é a nossa próxima missão”, completou o treinador.

A reação lembra o que aconteceu há quase 20 anos quando, para disputar o primeiro Mundial de Clubes no novo formato imaginado pela Fifa, o Manchester United pediu para entrar de forma direta na 5a fase da Copa da Inglaterra, a competição de clubes mais antiga do mundo. Como a solicitação não foi aprovada pela federação, a equipe abdicou do torneio para viajar ao Rio de Janeiro.

Parte da imprensa e dos torcedores consideraram isso um ultraje ao futebol do país.

“Não voamos essa distância toda para não nos esforçarmos. Estaremos preparados. Não nos vejo como favoritos, nos vejo como desafiantes. É nossa competição mais importante? Eu não sei”, finalizou, acompanhado na conferência de imprensa pelo meia James Milner, que quase caiu na cadeira de rir quando um jornalista começou sua pergunta dizendo que Klopp era um “bom técnico.”

Atual campeão europeu, o Liverpool tem dez pontos de vantagem na liderança do Campeonato Inglês, título que não conquista desde 1990. O time jamais conquistou o Mundial de Clubes e o disputou pela última vez em 2005, quando foi derrotado pelo São Paulo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.