Descrição de chapéu Futebol Internacional

Liverpool vence clássico, abre 16 pontos na ponta e fica perto do título

Equipe fez 2 a 0 em casa no Manchester United e tem aproveitamento de 97%

São Paulo

O Liverpool pode sair de férias da Premier League nesta segunda e ficar afastado até o final de fevereiro. Quando voltar, ainda assim estará na liderança do torneio.

Com a vitória sobre o Manchester United por 2 a 0, neste domingo (19), a equipe abriu 16 pontos de vantagem sobre o Manchester City, segundo colocado e que empatou com o Crystal Palace no sábado. E o time de Jurgen Klopp ainda tem um jogo a menos que os rivais. Faltam 15 rodadas para o final da competição (mas o Liverpool ainda terá 16 partidas).

Van Dijk (à esq.) e Salah comemoram a vitória do Liverpool sobre o Manchester United em Anfield
Van Dijk (à esq.) e Salah comemoram a vitória do Liverpool sobre o Manchester United em Anfield - Phil Noble/Reuters

Os gols foram marcados pelo zagueiro Virgil Van Dijk no primeiro tempo e pelo atacante Mohamed Salah nos acréscimos.

No segundo e decisivo gol, o lançamento para o egípcio foi feito pelo brasileiro Alisson, que saiu da sua área para comemorar a assistência com o atacante. Foi a a primeira de um goleiro do Liverpool em dez anos.

Desfalcado do seu melhor jogador na temporada, o atacante Marcus Rashford, o United entrou em campo para manter a condição de único time inglês a não ser derrotado pelo Liverpool na temporada. No primeiro turno, em Old Trafford, houve empate em 1 a 1. Outro desfalque de longo prazo é o meia francês Paul Pogba, que passou por cirurgia e pouco jogou desde o início da liga.

Rashford tem fratura por estresse na coluna e ficará afastado por três meses.

A cada rodada, o Liverpool fica mais perto de acabar com o jejum de 29 anos sem conquistar o título inglês. O último foi em 1990, dois anos antes da criação da Premier League.

Os donos da casa dominaram boa parte da partida e criaram oportunidades de gol que não aconteceram por causa do goleiro David de Gea e da trave. Mas apesar dos sérios problemas de criação no meio-campo, o United conseguiu ameaçar. Desperdiçou as chances com o apagado Andreas Pereira e com o atacante Anthony Martial. 

O melhor em campo para os visitantes foi o brasileiro Fred. Ele sozinho não conseguiu segurar o setor de criação do Liverpool, muito superior.

O volume de jogo, pressão na saída de bola e velocidade de Salah, Firmino e Mané, com o apoio de Henderson, o melhor em campo, foram demais para a defesa do Manchester United, que contava com Harry Maguire, zagueiro mais caro do mundo. Ele foi comprado antes do início da temporada por cerca de R$ 450 milhões.

A vitória fez com que o Liverpool chegasse a 64 pontos em 66 possíveis. Um aproveitamento recorde na história da competição: 97%.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.