Descrição de chapéu Futebol Internacional

Bayern é campeão alemão pela 8ª vez consecutiva e festeja sem torcida

Com portões fechados por causa da pandemia, equipe manteve domínio na Bundesliga

São Paulo

O Bayern de Munique venceu nesta terça-feira (16) o Werder Bremen, por 1 a 0, fora de casa, e garantiu o seu oitavo título consecutivo do Campeonato Alemão. Robert Lewandowski, artilheiro da competição (31 gols), marcou o único gol da partida.

É a primeira grande liga europeia a conhecer seu campeão após a retomada do futebol durante a pandemia de Covid-19.

Com o triunfo, os bávaros abriram dez pontos de vantagem sobre o vice-líder Borussia Dortmund, que mesmo jogando ainda nesta quarta (17) não conseguirá mais alcançar o time do técnico Hansi Flick nas três rodadas restantes da Bundesliga.

Desde a retomada da competição, em 16 de maio, após dois meses de paralisação, o Bayern disputou sete jogos pela liga e venceu todos. Somando a campanha antes da interrupção, já são 18 partidas seguidas sem derrota, com um retrospecto de 17 vitórias e apenas um empate.

Hansi Flick, que assumiu a equipe com a temporada em andamento após a demissão de Niko Kovac, se junta ao seleto grupo de técnicos que comandou o clube da Baviera nesta sequência de oito títulos consecutivos.

Robert Lewandowski (à dir.), artilheiro da Bundesliga, comemora gol marcado contra o Werder Bremen
Robert Lewandowski (à dir.), artilheiro da Bundesliga, comemora gol marcado contra o Werder Bremen - Martin Meissner/Reuters

O domínio do Bayern nesta década começou ainda em 2012/2013, sob comando de Jupp Heynckes, encerrando um período vitorioso do Borussia Dortmund de Jürgen Klopp, bicampeão seguido nas duas temporadas anteriores.

Ao sucesso de Heynckes, que além da Bundesliga fez a temporada perfeita com os títulos da Copa da Alemanha e da Champions League, Pep Guardiola assumiu o Bayern de Munique e venceu a liga nas três temporadas em que trabalhou na Alemanha.

Após a saída do catalão rumo ao Manchester City, o italiano Carlo Ancelotti chegou ao Bayern e manteve o clube no caminho dos títulos. Sob seu comando, a equipe bávara faturou a Bundesliga na temporada 2016/2017.

Ancelotti foi demitido pelo Bayern de Munique em setembro de 2017. Para o seu lugar, a diretoria do gigante alemão anunciou o retorno de Jupp Heynckes, que deixou a aposentadoria para comandar o time por apenas mais uma temporada. Em abril de 2018, com cinco rodadas para o fim da competição, a equipe confirmou a conquista do título, o sexto consecutivo.

O heptacampeonato na temporada passada teve o comando do croata Niko Kovac, ex-jogador do clube e que iniciou 2019/2020 à frente da equipe. Após sequência irregular, incluindo uma goleada de 5 a 1 sofrida para o Eintracht Frankfurt, Kovac foi demitido e deu lugar ao seu ex-assistente, Hansi Flick, que assumiu interinamente e, depois, como técnico efetivado do Bayern, levou os bávaros ao octacampeonato alemão.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.