TV em 2020: Disney e Warner vão intensificar guerra no streaming

Franquias cinematográficas ganharão suas versões televisivas e CNN enfim chegará ao Brasil

São Paulo

A televisão vive um momento fértil já há alguns anos, mas 2020 promete ser especialmente produtivo. Com novos serviços de streaming surgindo, aparecem também séries inéditas e novas temporadas que devem abastecer essas plataformas e os canais de TV nos próximos meses. Nesse cenário de ebulição, fica difícil fazer previsões, mas a seguir estão alguns temas que certamente serão recorrentes no novo ano.

Trono vago
“Game of Thrones” deixou o trono de ferro vago e, até agora, não está muito claro quem deve ser o próximo grande fenômeno da televisão. Essa pergunta deve ser resolvida ao longo de 2020, quando ficará mais claro o impacto de novatas como “The Witcher” (Netflix), “His Dark Materials” (BBC e HBO), “Watchmen” (HBO) e “The Boys” (Amazon Prime Video) na cultura pop.

Apostas seguras
Depois de astros do cinema se aventurarem nas telinhas, chegou a hora das próprias franquias cinematográficas serem adaptadas para a televisão —é o caso de séries baseadas em “Brinquedo Assassino” e nos heróis da Marvel, além de novos derivados de “Star Wars”. E os títulos de sucesso não virão apenas do cinema. Literatura, games e personagens consagrados da própria TV também devem servir de inspiração.

Xadrez
Após um longo ensaio, a CNN finalmente deve estrear no Brasil em março de 2020, chacoalhando mais ainda o jornalismo televisivo, que viu alguns de seus principais nomes saírem de emissoras nacionais rumo à novata de origem americana.

Jogos vorazes
Dona de um portfólio robusto de séries e filmes, a WarnerMedia só não bateu de frente ainda com a Netflix porque não quis. A alternativa de streaming oferecida até agora é o HBO Go, um serviço recheado de problemas e que enfureceu muitos fãs de “Game of Thrones” em sua última temporada. Mas esse cenário está para mudar a partir de maio, quando estreia o HBO Max, plataforma de conteúdo sob demanda que será abastecida com séries antigas, inéditas e atuais. Depois de passarem na emissora, novas temporadas de “Big Little Lies” e “Euphoria”, por exemplo, devem dar as caras por lá.

Ou banho de sangue?
A HBO Max, inclusive, chegará em meio a uma guerra de gigantes no setor do streaming, armada em 2019, mas que, no Brasil, vai se intensificar em 2020. Isso porque a plataforma Disney+ só vai desembarcar por aqui em novembro. Ela tentará eclipsar a Netflix, além de serviços menores como Amazon Prime Video e Apple TV+. A missão é compartilhada pela Globoplay, que tem um arsenal de séries originais programadas para o ano, como “Desalma”.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.