Descrição de chapéu Televisão

'Schitt's Creek' quebra recorde e HBO supera Netflix no Emmy; veja vencedores

Gigante do streaming teve mais indicações, mas emissora americana levou o maior número de prêmios

São Paulo

Principal premiação da TV americana, o Emmy anunciou neste domingo (20) os vencedores das categorias principais de sua 72ª edição. A grande campeã da noite foi a comédia "Schitt's Creek", que levou sete estatuetas, incluindo a de melhor série do gênero. Já entre os dramas, o destaque foi para a favorita "Succession", enquanto "Watchmen" embolsou o troféu de melhor minissérie.

Os dois últimos títulos são da HBO e ajudaram a emissora americana a superar a Netflix neste Emmy. O gigante do streaming havia recebido o maior número de indicações da edição, mas ficou com 21 vitórias, longe das 30 conquistas da HBO.

A lista de vencedores foi divulgada em uma cerimônia virtual comandada por Jimmy Kimmel, que dispensou o glamour habitual do Emmy, devido às restrições causadas pela pandemia de coronavírus.

Kimmel iniciou a noite dando a impressão de que estava em um teatro rodeado por convidados. Mas, na verdade, ele estava sozinho no palco, com imagens suas ao vivo sendo alternadas com cenas das plateias de cerimônias passadas.

Em seguida, ele anunciou que a festa deste ano seria diferente, com mais de cem câmeras espalhadas por diversos países para monitorar os indicados. "Se você ganhar, alguém fora da sua casa vai jogar o Emmy pela janela", brincou.

As primeiras categorias apresentadas foram as de comédia. Todos os sete prêmios —melhor série, roteiro, direção, atriz (Catherine O'Hara), ator (Eugene Levy), atriz coadjuvante (Annie Murphy) e ator coadjuvante (Daniel Levy)— foram para "Schitt's Creek", que quebrou o recorde de produção de comédia com mais vitórias por uma mesma temporada.

Para acompanhar os anúncios e, agora, também para comemorar, o elenco do seriado organizou uma festa privada, com mesas distantes e com todos usando máscaras. Eles receberam as estatuetas de membros da produção do Emmy que vestiam roupas de proteção. Daniel Levy aproveitou as vitórias para fazer um discurso contra a homofobia, tema presente em "Schitt's Creek".

Jennifer Aniston e Jimmy Kimmel dividem o palco no início da cerimônia do Emmy
Jennifer Aniston e Jimmy Kimmel dividem o palco no início da cerimônia do Emmy - Reprodução

Em seguida foi a vez de John Oliver receber o Emmy de melhor talk show, por "Last Week Tonight with John Oliver". Na sequência, Regina King confirmou o favoritismo ao embolsar o troféu de atriz em minissérie, por "Watchmen". Ao agradecer, homenageou Ruth Bader Ginsburg, juíza morta nesta sexta (18), e Breonna Taylor, americana negra assassinada a tiros pela polícia em março.

Na versão masculina do prêmio, de melhor ator em minissérie ou filme para TV, o escolhido foi Mark Ruffalo, por "I Know This Much Is True". Já o título que venceu como melhor direção para essa seção do Emmy foi "Nada Ortodoxa".

"Watchmen" voltou a ser lembrada graças a Yahya Abdul-Mateen 2°, que levou o troféu de melhor ator coadjuvante e também falou sobre a violência policial contra os negros em seu discurso. Entre as indicadas a atriz coadjuvante, Uzo Aduba, de "Mrs. America", levou. Encerrando a seção de minisséries e filmes para TV, "Watchmen" recebeu o prêmio de melhor produção do tipo, como já era esperado.

Entre os programas de competição, "RuPaul's Drag Race" venceu pelo terceiro ano consecutivo. Na sequência, Tyler Perry recebeu um prêmio honorário e usou seu discurso para celebrar a diversidade, citando uma "colcha de retalhos" que representa o audiovisual e os Estados Unidos.

Inaugurando a parte de drama da cerimônia, Jeremy Strong levou o Emmy de melhor ator por "Succession". Queridinha da internet, Zendaya surpreendeu e recebeu o troféu de atriz em drama. Em seu discurso, falou sobre a importância de se acreditar nos jovevs —mesmo que sua série, "Euphoria", não colabore muito para isso.

"Succession" apareceu novamente para arrematar os troféus de roteiro e direção em série dramática. Em seguida, Billy Crudup levou a estatueta de ator coadjuvante em série dramática por sua atuação em "The Morning Show". Na versão feminina da categoria, Julia Garner conquistou o bicampeonato por "Ozark".

Antes da categoria final da noite, o Emmy exibiu um vídeo sobre a experiência de ser um artista latino na indústria audiovisual, no que soou como resposta a críticas recebidas nesta edição. Mesmo quebrando o recorde de atores negros indicados, a premiação não nomeou nenhum ator ou atriz latino e também teve poucos asiáticos nas categorias de atuação.

Chegou, então, a vez de "Succession" confirmar o que muitos já esperavam e receber o prêmio de melhor série dramática do ano.

Os prêmios anunciados na noite deste domingo representam a nata do Emmy. Outras categorias, no entanto, foram apresentadas ao longa da última semana, em uma série de minicerimônias centradas em categorias técnicas e programas de variedades.

Entre os principais premiados desta primeira leva de troféus estão RuPaul, que venceu seu quinto Emmy consecutivo de apresentador de reality ou programa de competição, por "RuPaul's Drag Race", o programa "Queer Eye", em melhor reality show estruturado, "Bad Education", como melhor filme para a TV, e "Rick and Morty", como melhor animação.

Entre os atores premiados previamente estão Maya Rudolph, que arrematou dois troféus —de melhor dublagem por "Big Mouth" e de melhor atriz convidada em comédia por "Saturday Night Live"—, Eddie Murphy, como melhor ator convidado em comédia por "Saturday Night Live", Cherry Jones por melhor atriz convidada em drama por "Succession" e Ron Cephas Jones como melhor ator convidado em drama por "This Is Us".

O aquecimento para a cerimônia principal do Emmy também serviu para laurear o curta brasileiro em realidade virtual "A Linha", que já havia sido anunciado como um dos vencedores da categoria de inovação em programa interativo —um prêmio definido por um júri de especialistas.

No placar geral, juntando as várias partes do Emmy deste ano, a HBO saiu na frente com 30 prêmios, enquanto a Netflix segue sem vencer nas duas principais honrarias da premiação —as de melhor série de comédia ou de drama. Ao todo, o streaming embolsou 21 estatuetas.

Também levaram quantidades expressivas de prêmios a Pop TV, com dez, e a debutante Disney+, com oito, mesmo número da emissora NBC. Confira abaixo todos os vencedores anunciados na noite deste domingo. A lista completa com os premiados na semana que passou pode ser encontrada no site do Emmy.

Troféu do Emmy, o mais cobiçado da televisão americana
Troféu do Emmy, o mais cobiçado da televisão americana - Mark Ralston/AFP

*

Ator em série de comédia

  • Anthony Anderson (“Black-ish”)
  • Michael Douglas (“O Método Kominsky”)
  • Ted Danson (“The Good Place”)
  • Eugene Levy (“Schitt’s Creek”)
  • Ramy Youssef (“Ramy”)
  • Don Cheadle (“Black Monday”)

Atriz em série de comédia

  • Rachel Brosnahan (“Maravilhosa Sra. Maisel”)
  • Catherine O’Hara (“Schitt’s Creek”)
  • Christina Applegate (“Disque Amiga para Matar”)
  • Issa Rae (“Insecure”)
  • Linda Cardellini (“Disque Amiga para Matar”)
  • ​Tracee Ellis Ross (“Black-ish”)

Roteiro de série de comédia

  • “The Good Place”
  • “The Great”
  • “Schitt’s Creek”
  • “What We Do in the Shadows”

Direção de série de comédia

  • “The Great”
  • “Maravilhosa Sra. Maisel”
  • “Modern Family”
  • “Ramy”
  • “Schitt’s Creek”
  • “Will & Grace”

Ator coadjuvante em série de comédia

  • Mahershala Ali ("Ramy")
  • Alan Arkin ("O Método Kominsky")
  • Andre Braugher ("Brooklyn Nine-Nine")
  • Sterling K. Brown ("Maravilhosa Sra. Maisel")
  • William Jackson Harper ("The Good Place")
  • Daniel Levy ("Schitt's Creek")
  • Tony Shalhoub ("Maravilhosa Sra. Maisel")
  • Kenan Thompson ("Saturday Night Live")

Atriz coadjuvante em série de comédia

  • Alex Borstein ("Maravilhosa Sra. Maisel")
  • D'Arcy Carden ("The Good Place")
  • Betty Gilpin ("Glow")
  • Marin Hinkle ("Maravilhosa Sra. Maisel")
  • Kate McKinnon ("Saturday Night Live")
  • Annie Murphy ("Schitt's Creek")
  • Yvonne Orji ("Insecure")
  • Cecily Strong ("Saturday Night Live")

Série de comédia

  • ​“Curb Your Enthusiasm” (HBO)
  • “Disque Amiga para Matar” (Netflix)
  • “The Good Place” (NBC)
  • “Insecure” (HBO)
  • “O Método Kominsky” (Netflix)
  • “Maravilhosa Sra. Maisel” (Amazon Prime Video)
  • “Schitt’s Creek” (Pop TV)
  • “What We Do in the Shadows” (FX)

Talk show

  • “The Daily Show with Trevor Noah”
  • “Full Frontal with Samantha Bee”
  • “Jimmy Kimmel Live!”
  • “Last Week Tonight with John Oliver”
  • “The Late Show with Stephen Colbert”

Atriz em minissérie ou filme para TV

  • Cate Blanchett (“Mrs. America”)
  • Shira Haas (“Nada Ortodoxa”)
  • Regina King (“Watchmen”)
  • Octavia Spencer (“Self Made”)
  • Kerry Washington (“Little Fires Everywhere”)

Ator em minissérie ou filme para TV

  • Paul Mescal (“Normal People”)
  • Jeremy Irons ("Watchmen")
  • Jeremy Pope (“Hollywood”)
  • Mark Ruffalo (“I Know This Much Is True”)
  • Hugh Jackman (“Má Educação”)

Roteiro de minissérie ou filme para TV

  • “Mrs. America”
  • “Normal People”
  • “Unbelievable”
  • “Nada Ortodoxa”
  • “Watchmen”

Direção de minissérie ou filme para TV

  • “Little Fires Everywhere”
  • “Normal People”
  • “Nada Ortodoxa”
  • “Watchmen”

Ator coadjuvante em minissérie ou filme para TV

  • Yahya Abdul-Mateen 2° ("Watchmen")
  • Jovan Adepo ("Watchmen")
  • Tituss Burgess ("Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo")
  • Louis Gossett Jr. ("Watchmen")
  • Dylan McDermott ("Hollywood")
  • Jim Parsons ("Hollywood")

Atriz coadjuvante em minissérie ou filme para TV

  • Uzo Aduba ("Mrs. America")
  • Toni Collette ("Unbelievable")
  • Margo Martindale ("Mrs. America")
  • Jean Smart ("Watchmen")
  • Holland Taylor ("Hollywood")
  • Tracey Ullman ("Mrs. America")

Minissérie

  • “Watchmen” (HBO)
  • “Mrs. America” (FX)
  • “Unbelievable” (Netflix)
  • “Nada Ortodoxa” (Netflix)
  • “Little Fires Everywhere” (Hulu)

Programa de competição

  • “The Masked Singer”
  • “Nailed It!”
  • “RuPaul’s Drag Race”
  • “Top Chef”
  • “The Voice"

Ator em série dramática

  • Jason Bateman (“Ozark”)
  • Sterling K. Brown (“This Is Us”)
  • Steve Carell (“The Morning Show”)
  • Brian Cox (“Succession”)
  • Billy Porter (“Pose”)
  • Jeremy Strong (“Succession”)

Atriz em série dramática

  • ​Jennifer Aniston (“The Morning Show”)
  • Olivia Colman (“The Crown”)
  • Jodie Commer (“Killing Eve”)
  • Laura Linney (“Ozark”)
  • Sandra Oh (“Killing Eve”)
  • Zendaya (“Euphoria”)

Roteiro de série dramática

  • “Better Call Saul”
  • “The Crown”
  • “Ozark”
  • “Succession”

Direção de série dramática

  • “Homeland”
  • “The Crown”
  • “The Morning Show”
  • “Ozark”
  • “Succession”

Ator coadjuvante em série dramática

  • Nicholas Braun ("Succession")
  • Billy Crudup ("The Morning Show")
  • Kieran Culkin ("Succession")
  • Mark Duplass ("The Morning Show")
  • Giancarlo Esposito ("Better Call Saul")
  • Matthew Macfadyen ("Succession")
  • Bradley Whitford ("O Conto da Aia")
  • Jeffrey Wright ("Westworld")

Atriz coadjuvante em série dramática

  • Helena Bonham Carter ("The Crown")
  • Laura Dern ("Big Little Lies")
  • Julia Garner ("Ozark")
  • Thandie Newton ("Westworld")
  • Fiona Shaw ("Killing Eve")
  • Sarah Snook ("Succession")
  • Meryl Streep ("Big Little Lies")
  • Samira Wiley ("O Conto da Aia")

Série dramática

  • “Better Call Saul” (AMC)
  • “The Crown” (Netflix)
  • “O Conto da Aia” (Hulu)
  • “Killing Eve” (BBC America)
  • “The Mandalorian” (Disney+)
  • “Ozark” (Netflix)
  • “Stranger Things” (Netflix)
  • “Succession” (HBO)
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.