China Three Gorges oferece R$ 39 bilhões por empresa de energia EDP

As duas empresas operam no Brasil e, juntas, se tornariam líderes privadas em geração no país

Usina da EDP Energias de Portugal
Usina da EDP (Energias de Portugal) - Manuel Ribeiro/Reuters

Um consórcio chinês que inclui a CTG (China Three Gorges) planeja lançar uma oferta pública de aquisição da EDP (Energias de Portugal). 

O valor total da proposta é de €9,07 bilhões de euros (cerca de R$ 39 bilhões), segundo um comunicado da empresa chinesa em Lisboa.

Empresas estatais chinesas, que já detém 28,25% do capital da EDP, já eram apontadas como uma das potenciais interessadas em comprar a EDP, assim como as empresas Enel, italiana, e Engie, francesa. 

A oferta representa um pagamento de €3,26 por ação, seguindo a cotação média dos últimos seis meses das ações da empresa. O valor é abaixo daquele que a CTG pagou em 2011, quando comprou participações das mãos do estado português, segundo o jornal local Expresso. Nesta sexta, os papeis da empresa fecharam em €3,11.

A CTG disse em seu anúncio preliminar sobre a oferta que quer chegar a pelo menos 50% das ações com direito a voto mais uma ação ordinária na companhia. Ela também ofereceu €7,33 por ação da unidade de energia eólica da companhia, EDP Renováveis, um valor abaixo do preço de fechamento, de €7,84.

O valor de mercado da EDP é de quase 11,4 bilhões de euros, pelo fechamento desta sexta-feira (11). A empresa atende cerca de 10 milhões de clientes do mercado de eletricidade e 1,6 milhão de clientes de gás natural e possui mais de 330.000 km de linhas de transmissão de energia.

No Brasil, a divulgação da notícia provocou o aumento de 15,6% das ações da EDP Brasil, que tem ativos de geração, distribuição e comercialização de energia no país. 

Assim como a EDP, a CTG também tem uma operação relevante no Brasil, onde protagonizou aquisições de grande porte no setor de geração de energia nos últimos anos e passou a figurar entre os maiores agentes da indústria.

Uma possível fusão das operações da CTG no Brasil com as da EDP Brasil poderia tornar a companhia líder privada em geração no país, ultrapassando a francesa Engie.

A EDP Brasil tem 2,8 gigawatts em capacidade instalada, enquanto a CTG Brasil opera 8,27 gigawatts em empreendimentos de geração.

A Engie Brasil Energia opera usinas que somam 9,4 gigawatts em capacidade, nos quais sua participação societária representa cerca de 7,7 gigawatts.

Reuters
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.