Starbucks desce para o sul do país

Rede de cafeteria abre primeiras lojas fora de eixo Rio-São Paulo depois de 13 anos no Brasil

São Paulo

A rede americana de cafeteria Starbucks chega ao sul do país em 1º outubro, depois de 13 anos no mercado brasileiro. As inaugurações em Florianópolis serão as primeiras da marca fora do eixo Rio-São Paulo.

O Floripa Airport, em Florianópolis, previsto para abrir no mesmo dia que as unidades, abrigará as três novas lojas da rede na região. Segundo Ken Pope, presidente da SouthRock, operadora da Starbucks no Brasil, as negociações com o aeroporto aconteceram ao longo deste ano.

“Estávamos esperando muito tempo para chegar a Florianópolis”, disse ele. Pope afirmou que a demanda pela rede por parte dos moradores da cidade também influenciou o rumo da expansão. 

A Starbucks está no Brasil desde 2006
A Starbucks está no Brasil desde 2006 - AFP

De acordo com o consultor Marcos Rizzo, da Rizzo Franchise, é necessário que redes estrangeiras conheçam o Brasil e seus consumidores antes de traçar um plano de expansão. “Na minha opinião, essa foi a estratégia da Starbucks antes de sair do eixo Rio-São Paulo”, disse ele. 

O Floripa Airport, endereço das novas lojas em Florianópolis, pertence ao grupo Zurich Airport e terá voos domésticos e internacionais. As 4 milhões de pessoas que devem circular anualmente pelo local, de acordo com a previsão do presidente, atraíram a Starbucks para dentro do estabelecimento. 

Para Rizzo, as cafeterias no Brasil são frequentadas por consumidores em deslocamento. “O brasileiro ainda não sai de casa para tomar café, ele faz isso enquanto vai para o trabalho e ou em outros momentos de passagem”, afirmou o especialista. 

Segundo ele, a inauguração das lojas da Starbucks dentro do aeroporto é propícia para viajantes e público em movimento. 

“Vamos analisar o feedback desses clientes para decidir onde abrir as próximas lojas no sul do país”, afirmou Pope. De acordo com ele, não há uma meta estabelecida de quantas unidades devem ser abertas enquanto a rede estiver sob operação da SouthRock. 

A empresa, responsável pelo licenciamento do restaurante TGI Friday’s no país, comprou a Starbucks no Brasil em março de 2018. Desde então, dez lojas da marca foram inauguradas. 

A rede de cafeteria tem 122 unidades no eixo Rio-São Paulo e cerca de 1.600 funcionários diretos. Os estabelecimentos brasileiros representam aproximadamente 0,4% do negócio global, que tem 30 mil lojas. 

Em parceria com a Nestlé, a Starbucks lançou em abril deste ano cápsulas de café com sabores oferecidos em lojas da rede. Por enquanto o produto é comercializado em São Paulo, disse Pope. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.