'Agosto foi fundo do poço, vai melhorar', diz secretário de política econômica

Para Adoldo Sachsida, setembro inicia trajetória de crescimento mais sustentável

Brasília | Reuters

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, avaliou nesta terça-feira (3) que o mês de agosto representou o "fundo do poço" para a economia brasileira e que, daqui para frente, a atividade mostrará um melhor desempenho.

"Agosto é sem sombra de dúvidas, pelo menos nas minhas contas, o fim de um período complicado na economia brasileira", disse ele, em seminário organizado pelo Ministério da Economia.

"A partir de setembro me parece correto que teremos a volta de um crescimento um pouco mais sustentável de longo prazo", acrescentou.

Sachsida ponderou que alguns indicadores econômicos em julho e agosto "são bons, outros nem tão bons".

A avaliação veio após a divulgação nesta terça-feira de que a produção industrial brasileira encolheu 0,3% em julho ante o mês anterior, com ajuste sazonal, engatando a terceira baixa consecutiva e registrando o pior desempenho para o mês em quatro anos.

O secretário também afirmou que, embora o horizonte prometa ser melhor de setembro em diante, há três elementos que inspiram cuidados: a situação fiscal brasileira, a baixa produtividade da economia e o cenário internacional.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.