Coronavírus causa perdas de mais de US$ 4 bi para empresas aéreas

De acordo com a ONU, 70 companhias aéreas cancelaram todos os voos internacionais de e para a China

Montreal (Canadá) | AFP

A epidemia do novo coronavírus causou "uma redução potencial entre US$ 4 bilhões (R$ 17,3 bilhões) e 5 bilhões (21,6 bilhões)" em receitas para as companhias aéreas do mundo, anunciou na quinta-feira (13) a ICAO (Organização Internacional de Aviação Civil).

A agência das Nações Unidas informou que "70 companhias aéreas cancelaram todos os voos internacionais de e para a China" e "50 outras companhias aéreas reduziram suas atividades".

Isso provocou "uma redução de 80% na capacidade aérea estrangeira para viajantes de e para a China, bem como uma redução de 40% na capacidade aérea de companhias aéreas chinesas", segundo estimativas preliminares da ICAO.

Um homem em traje de proteção trabalha na desinfecção da cabine da aeronave para um voo da Hainan Airlines, enquanto o país é atingido por um surto do novo coronavírus, no Aeroporto Internacional Haikou Meilan, em Haikou, província de Hainan, na China - cnsphoto via Reuters

O primeiro trimestre de 2020 registrou uma "redução de 39 a 41% na capacidade de passageiros, ou seja, uma redução de 16,4 a 19,6 milhões de passageiros em relação às previsões de companhias aéreas", destacou o comunicado da organização. 

 

"Antes da epidemia (...) as companhias aéreas planejavam aumentar a capacidade em 9% nas conexões internacionais de e para a China no primeiro trimestre de 2020 em comparação a 2019", de acordo com a ICAO.

A China isolou o acesso a várias cidades e proibiu as viagens organizadas de seus cidadãos ao interior do país e ao exterior para tentar conter a epidemia que surgiu em Wuhan, capital da província de Hubei, e que já matou quase 1.4000 pessoas e contaminou outras 64,6 mil no país.

Países como Reino Unido, Alemanha e Estados Unidos desaconselham qualquer viagem à China.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.