Às vésperas de encontro entre EUA e Coreia do Norte, Vietnã expulsa sósia de Kim Jong-un

Governo vietnamita argumenta que visto de humorista não é válido

Hanói | AFP

Um sósia de Kim Jong-un, que foi detido no Vietnã antes da reunião entre o ditador norte-coreano e o presidente americano, Donald Trump, foi expulso nesta segunda-feira (25) do país. Ele denunciou a falta de humor do governo vietnamita.

Na sexta-feira (22), no centro de Hanói, a capital do Vietnã, Howard X e Russell White, um imitador do presidente americano, encenaram uma versão do encontro dos líderes. Vários policiais compareceram à emissora de televisão, onde os dois concediam uma entrevista, e solicitaram que interrompessem a participação.

Os sósias de Kim Jong Un, Howard X (E), e do presidente Donald Trump, Russel White (D), posam em um hotel em Hanói, Vietnã
Os sósias de Kim Jong Un, Howard X (E), e do presidente Donald Trump, Russel White (D), posam em um hotel em Hanói, Vietnã - Manan Vatsyayana - 25.fev.19/AFP

Durante entrevista coletiva, Howard X, que mora em Hong Kong, questionou a razão apresentada pelo regime comunista para sua expulsão —segundo o governo vietnamita, o visto do humorista não é válido.

"O verdadeiro motivo é que nasci com a mesma cara que Kim Jong-un, este é o verdadeiro crime", declarou, antes de subir em um veículo acompanhado por três agentes vietnamitas. 

O sósia de Donald Trump, nascido no Canadá, foi autorizado a permanecer no Vietnã, mas sem aparições públicas imitando o presidente dos Estados Unidos.

Os dois homens se beijaram na recepção do hotel, onde o sósia de Trump carregou as malas de Howard X.

Os verdadeiros Kim Jong-un e Donald Trump se reunirão na quarta-feira (27) e quinta-feira (28) em Hanói para analisar a desnuclearização da Coreia do Norte, divulgada após o primeiro encontro de cúpula, em junho do ano passado, em Singapura.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.