Maduro diz que enviados à Noruega buscam 'agenda pacífica'

Ditador diz que dois enviados tentam explorar possível diálogo com oposição

Caracas | AFP e Reuters

O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, disse nesta sexta-feira (17) que dois de seus enviados à Noruega tentam começar “a exploração” de um possível diálogo com a oposição para “construir uma agenda pacífica”.

Esta é a primeira manifestação de Maduro desde que governo e opositores confirmaram a viagem ao país nórdico. Representam o governo o ministro da Informação, Jorge Rodríguez, e o governo de Miranda, Hector Rodríguez.

O líder oposicionista Juan Guaidó confirmou os encontros, mas disse na quinta (16) que não se trata de uma negociação e sim de “um esforço de mediação”.

A viagem sugere que os dois lados estão buscando uma nova abordagem depois de seguidos fracassos em obter diálogo e da tentativa frustrada de depor Maduro, em 30 de abril.

A Noruega, país que tem tradição na mediação de conflitos, afirmou que as conversas com “representantes dos principais atores políticos da Venezuela” estão em “fase exploratória”.

 
 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.