Descrição de chapéu
Oded Grajew

A função da educação

Maioria dos nossos políticos não está preparada para exercer o seu papel

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Oded Grajew

Idealizador do Fórum Social Mundial, é presidente emérito do Instituto Ethos e conselheiro do programa Cidades Sustentáveis, da Oxfam Brasil e da Rede Nossa São Paulo

Será que a educação em nosso país está cumprindo o papel que dela se espera? Vejamos: 80% dos nossos deputados federais e senadores, 71% dos deputados estaduais, 92% dos governadores, 52% dos prefeitos, 26% dos vereadores e 100% dos juízes dos nossos tribunais têm ensino superior completo.

Adicionalmente, 26% dos prefeitos e 38% dos vereadores têm ensino médio completo. Jair Bolsonaro se graduou na Academia Militar das Agulhas Negras, uma instituição educacional considerada de excelência.

O presidente emérito do Instituto Ethos, Oded Grajew - Zé Carlos Barretta - 2.dez.19/Folhapress

A todos e todas caberia, por meio da elaboração e implementação de políticas públicas e decisões judiciais, perseguir os objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil que estão na nossa Constituição: "Construir uma sociedade livre, justa e solidária; garantir o desenvolvimento nacional; erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais; promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação".

Vejamos como estamos em relação a esses objetivos: apesar de sermos uma das maiores economias do mundo, 52 milhões de brasileiros vivem na pobreza e 13 milhões na extrema pobreza. Somos o sétimo país mais desigual do mundo, superado apenas por algumas nações africanas. Os 5% brasileiros mais ricos auferem 95% da renda nacional, e 10% possuem 74% das riquezas. Mulheres ganham 62% do que ganham os homens, e negros ganham 57% dos brancos. O Brasil registra cerca de 43 mil assassinatos por ano (índice 30 vezes maior que a Europa e 5 vezes a média global), dos quais 55% são jovens e 71% são negros. O Brasil está em 106º no ranking mundial da corrupção. Somos um dos países que mais degrada e devasta o meio ambiente. O Brasil ocupa ainda a 9ª posição entre 185 países no ranking de mortes pela Covid-19.

Olhando esses resultados, a educação que a maioria (não todos) dos nossos políticos recebeu não os preparou para exercer dignamente seu papel na sociedade, ou seja, para cumprir o que manda nossa Constituição. É reconhecida a importância da educação na formação da sociedade e no progresso do país. Porém, educação por si só não garante bons resultados. Pessoas com altos níveis de educação formal, mas desprovidas de valores, podem representar um grande perigo para a sociedade. Ao longo da história promoveram enormes catástrofes.

A educação deveria formar as pessoas para que tenham compromisso com a ética, os direitos humanos, a democracia, a justiça social, a solidariedade em qualquer área de sua atuação. Por isso, precisamos repensar qual seria a educação que prepararia a sociedade e seus representantes a se empenhar em construir um Brasil próspero, justo, ético, pacífico, com qualidade de vida para todos, que preserve seu patrimônio ambiental e cultural, sem preconceitos e discriminações. Pelos nossos indicadores sociais, ambientais, econômicos e éticos, o modelo educacional atual não está cumprindo esse papel. É um enorme, mas fundamental, desafio para os educadores e para toda a sociedade.

TENDÊNCIAS / DEBATES
Os artigos publicados com assinatura não traduzem a opinião do jornal. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate dos problemas brasileiros e mundiais e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.