Jamais votei em questões do DPVAT, diz Barroso

Ministro do STF responde à reportagem da Folha

"Senhor editor: A propósito da matéria sobre DPVAT, no que diz respeito a mim, as informações divulgadas acerca do relatório de auditoria não fazem qualquer sentido. Narrados de forma linear e simples, os fatos são os seguintes: entre 2009 e 2013, ao tempo em que eu era advogado privado —E NÃO PESSOA POLITICAMENTE EXPOSTA— dei pareceres e representei a Seguradora Líder em duas ações no STF.

Em 2013, fui nomeado para o Tribunal, me afastei inteiramente do escritório e meus antigos sócios tocaram as duas ações no Supremo. Como ministro, jamais votei nas questões envolvendo DPVAT. Difícil entender onde possam ter visto alguma coisa errada."

Luís Roberto Barroso, ministro do STF (Supremo Tribunal Federal)

Homem de terno com a mão no queixo
O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luís Roberto Barroso - Kleyton Amorim/UOL

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.