Imagem em que Lula mais novo é agredido por policiais é montagem

Foto original foi tirada por fotojornalista durante a ditadura militar

Amanda Lemos
São Paulo

A imagem que viralizou de um jovem que foge de policiais em uma manifestação não é Lula. A fotografia, tirada por Evandro Teixeira, é do movimento estudantil de 1968 e é conhecida por ser um dos símbolos da repressão do regime militar de 64.

O conteúdo foi repassado por leitores via WhatsApp do Folha Informações, canal de checagem de boatos e notícias falsas do jornal.

Foto em preto e branco. Dois policiais com cassetetes na mão correm atrás de um manifestante, que cai no chão
Montagem de foto emblemática do período militar circula redes sociais - Reprodução

A imagem, que tem o rosto do ex-presidente Lula, acompanha o texto “esta foto não tem preço, o vagabundo do Lula apanhando”. A fotografia foi tirada em 1968 e é de Evandro Teixeira, 83, fotojornalista conhecido por seus cliques durante a ditadura militar.

Procurado pela reportagem da Folha, Teixeira disse que entrou em contato com seus advogados para retirá-la do ar

A foto foi tirada em 21 de junho de 1968 em manifestação do movimento estudantil na Cinelândia, no Rio de Janeiro. Conhecida como sexta-feira sangrenta, 28 manifestantes morreram durante a passeata.

Antes de bater a foto do jovem caindo, Teixeira registrou uma mulher sendo carregada. “Naquela época não era festim, era bala de verdade. Eles costumavam usar uma baioneta”, diz o fotojornalista.

“O que se sabia é que ele era estudante de medicina. Foi uma cena horrorosa, terrível, chocante”, diz. Segundo Teixeira, que à época trabalhava no Jornal do Brasil, o estudante morreu, provavelmente, depois que tirou a foto. “Deram uma tremenda porrada e ele caiu, bateu a cabeça no meio-fio da calçada do Theatro Municipal”, lembra.

“Coloquei novamente a foto no jornal procurando reencontrá-lo. Falei que teria a maior honra e prazer em compartilhar com ele, conversar sobre o que aconteceu”, diz. 

Foto original tirada em 1968, estudante foge de policiais em manifestação na Cinelândia, Rio
Foto original tirada em 1968, estudante foge de policiais em manifestação na Cinelândia, Rio - Evandro Teixeira/CDoc JB/Folhapress

Se recebeu alguma informação que acredita ser falsa, comunique o ​WhatsApp da Folha (0-xx-11  99486-0293). Pode ser áudio, vídeo, corrente, imagem ou notícia que circule pelo aplicativo ou por redes sociais, como Facebook, Instagram ou Twitter. O jornal faz uma seleção do conteúdo a ser checado e publica o resultado desse trabalho em Folha Informações.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.