Com crescimento digital, Folha lidera circulação total entre jornais brasileiros

Liderança é constante há mais de três décadas; evolução de agora ocorre após campanha para professores

São Paulo

A Folha liderou a circulação total entre os jornais brasileiros em março, com 332.415 exemplares diários.

O Globo veio em segundo com 319.785, e O Estado de S. Paulo, em terceiro com 245.022. Os números, que abrangem circulação digital e impressa, são do IVC Brasil (Instituto Verificador de Comunicação).

A Folha assumiu a primeira posição na circulação dos jornais em 1986. Excetuados um intervalo de 2010 a 2013 e alguns meses pontuais fora dele, a liderança da Folha tem sido uma constante há mais de três décadas.

Os novos números do IVC, se comparados ao mês anterior, fevereiro, mostram que a Folha cresceu 6,4%, e O Globo, 1,1%, enquanto o Estado caiu 0,5%. A evolução de quase 20 mil exemplares se deve, em parte, à campanha do jornal voltada a professores da rede pública.

Em parceria com o Google, visando colaborar com a melhoria da qualidade da educação do país, com acesso a um jornalismo de qualidade, a Folha passou a oferecer assinaturas digitais gratuitas de um ano, renováveis com desconto permanente de 33%.

 

Quanto à circulação exclusivamente impressa, O Globo registrou em março 115.762 exemplares, o Estado, 104.927, e a Folha, 100.024. As versões impressas dos três se mantêm em queda: -1,8%, -0,7% e -0,5%, respectivamente, em relação a fevereiro.

Antonio Manuel Teixeira Mendes, superintendente do Grupo Folha, comenta que os números do IVC "mostram a Folha alinhada aos casos de sucesso na mídia mundial".

"Mantemos nosso DNA editorial e seguimos construindo uma sólida base de assinantes digitais, além de mantermos expressiva audiência no jornal impresso", diz ele. Sobre os novos assinantes, relata que "são em geral mais jovens, sem prevalência de gênero, e dos mais diferentes lugares do país".

Acrescenta Mendes: "Nossa audiência, que agrega além dos assinantes os internautas que navegam nas nossas páginas, atinge marcas expressivas para qualquer grande jornal no mundo".

Cita dados como mais de 250 milhões de páginas vistas por mês e mais de 30 milhões de visitantes, com um pico de 64 milhões em outubro passado. "O que coloca a Folha como o maior jornal do Brasil em qualquer métrica de audiência", diz.

 

Na única oportunidade em que se fez um levantamento do gênero no país, em 2016, a Métrica Única de Audiência, da Associação Nacional de Jornais (ANJ), apontou um alcance de 20,2 milhões de brasileiros para a Folha, na média mensal.

O Globo marcou então 14,3 milhões, e o Estado, 10,6 milhões. O levantamento, que abrangia aparelhos móveis, internet e versão impressa, descontadas as sobreposições, reuniu dados de Ipsos, comScore e IVC.

Fundado em 1961 e chamado de Instituto Verificador de Circulações até 2015, quando mudou para Comunicação seguindo tendência mundial, o IVC Brasil visa fornecer ao mercado publicitário dados padronizados e auditados da imprensa brasileira.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.