Descrição de chapéu Destinos

Museus em Paris convidam crianças a brincar

Lista tem espaços dedicados às feiras europeias, com carrosséis antigos, e à mágica, onde há apresentações de truques

Emma Jacobs
Paris | The New York Times

Até a mais bem comportada das crianças pode não ser capaz de esperar nas longas filas para o Louvre. Por sorte, Paris e região têm 200 outros museus, muitos dos quais se esforçam para receber os jovens visitantes e suas famílias.

Nesta seleção de cinco desses espaços, crianças e adultos podem andar em carrosséis históricos e ir a shows de música e de mágica.

Museu de Artes e Artesanato
Estabelecido na Revolução Francesa para destacar a ciência e a tecnologia, o Conservatório de Artes e Profissões vem sendo atualizado desde então, o que o transformou em um museu sobre a história da evolução tecnológica, localizado no terceiro arrondissement.

Alguns dos primeiros aviões produzidos, incluindo o que inaugurou a travessia do Canal da Mancha, pendem do teto da antiga igreja de Saint-Martin-des-Champs. 

Também há um pêndulo de Foucault, que vem sendo usado para provar a rotação da Terra desde o século 19. 

A coleção tem alcance extenso, com carros, motores e instrumentos científicos do passado, além de peças usadas na construção da Estátua da Liberdade, como o primeiro modelo em gesso da escultura.
Os pais que desejem se sentir especialmente velhos podem mostrar aos filhos um Sony Walkman, no Pavilhão das Comunicações.

Museu das Artes de Feira
Ocupa velhos armazéns vinícolas, no 12º arrondissement, onde crianças e adultos podem passear em carrosséis e competir em jogos típicos das antigas feiras europeias.

Guias narram a história das feiras itinerantes e explicam quais são os sinais que permitem identificar a origem de um cavalo de carrossel.

O museu exibe um carrossel britânico, da virada para o século 20, que serviu de cenário para o filme "Meia-Noite em Paris". O brinquedo, formado por bicicletas, funciona só quando os usuários pedalam e pode chegar a 56 km/h.

É preciso fazer reservas com antecedência no site do museu (arts-forains.com). Há visitas guiadas em francês o ano todo e em inglês no verão.

Museu da Mágica
As visitas a essa atração no bairro do Marais começam com truques simples, seguidos por um passeio guiado.

Com base nas reações dos jovens visitantes, parece que os números de mágica não precisam de tradução.

Entre as peças exibidas estão a primeira caixa usada por um mágico americano para serrar uma mulher ao meio e um sarcófago egípcio que faz seu ocupante desaparecer. 

Uma segunda galeria, menor, abriga dezenas de autômatos, muitos vindos de feiras que faziam parte do circuito europeu na virada do século passado. As peças executam movimentos simples com o apertar de um botão.

Museu da Música
O espaço fica no 19º arrondissement, ao lado da sede da Filarmônica de Paris.

Sua coleção, que abarca séculos de música clássica europeia, tem peças como pianos decorados, instrumentos de corda, metais e madeiras, incluindo um octobaixo de três metros de altura que requer o uso das mãos e dos pés.

Apresentações ao vivo ocupam as galerias todos os dias.

Seções menores abrigam guitarras elétricas e instrumentos experimentais do século 20, como o teremim, além de uma seleção de peças de outros continentes.

Museu Nacional de História Natural
Cercando o Jardin des Plantes, os pavilhões incluem alas de geologia e botânica. As principais atrações são a Galeria de Paleontologia e Anatomia Comparativa e a Grande Galeria da Evolução.

No edifício dedicado à paleontologia, os esqueletos e fósseis são identificados por placas manuscritas originais desde o fim do século 19. 

Crianças e pais podem montar nos animais do "dodo manège", carrossel cujas montarias representam espécies ameaçadas e extintas.

A Grande Galeria da Evolução ocupa um edifício de 1880, que originalmente abrigava o pavilhão de zoologia. Por lá, estão mais de 9.000 animais e insetos preservados.

Tradução de Paulo Migliacci

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.