5 praias do Nordeste que querem entrar na rota do descobrimento

Locais questionam versão oficial de que navegadores chegaram primeiro a Porto Seguro

São Paulo

Diferentes pontos do litoral nordestino buscam ser reconhecidos como o verdadeiro lugar do descobrimento do Brasil

Porto Seguro
Bahia
Tida como o local oficial da chegada dos portugueses, em 22 de abril de 1500, a cidade tem atrações turísticas dedicadas ao fato histórico, caso do Memorial da Epopeia do Descobrimento, onde os turistas podem ver a réplica de umas das caravelas da esquadra de Pedro Álvares Cabral; memorialdodescobrimento.com.br

Barra do Cahy
Prado (BA)
Basta conversar com um pradense para vê-lo revoltado com a versão oficial da história. Segundo os moradores, Cabral teria dado uma paradinha ali antes de ancorar em Porto Seguro, ao norte do município. Quem passa de barco pela região consegue avistar o monte Pascoal, descrito na carta de Pero Vaz de Caminha, o que seria a prova de que Prado é o berço do descobrimento. Na Barra do Cahy, há uma placa com um trecho da carta, indicando que ali está a primeira praia do Brasil

Praia do Marco
São Miguel do Gostoso e Pedra Grande (RN)
Ali, os navegadores fincaram, em 1501, o primeiro marco de pedra para atestar a posse de Portugal sobre as terras recém-descobertas. Hoje, quem chega à praia encontra uma réplica do monumento —o original está na Fortaleza dos Reis Magos, em Natal. Pesquisadores potiguares defendem que foi naquele trecho do litoral que os portugueses chegaram pela primeira vez. Entre os argumentos que favorecem essa tese estão a menor distância em relação às ilhas de Cabo Verde, ponto de partida das esquadras, e as condições das correntes marítimas e dos ventos. Quem encampou a ideia foi a Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte que, em 2018, lançou a campanha “Tudo Começa Aqui”

Cabo de Santo Agostinho
Pernambuco
Em 2000, o município comemorou o aniversário de 500 anos do descobrimento quase três meses antes do que o restante do país, no dia 26 janeiro. Nesta data, em 1500, o navegador Vicente Yañez Pinzón teria chegado a um ponto do litoral nordestino, batizado por ele de Cabo de Santa María de la Consolación. O espanhol teria sido, então, o primeiro europeu a pisar em terras brasileiras. Para alguns historiadores, o desembarque ocorreu onde hoje fica Cabo de Santo Agostinho, a 34 quilômetros de Recife

Ponta do Mucuripe
Fortaleza (CE)
Há também pesquisadores que defendem que Pinzón chegou, na verdade, à Ponta do Mucuripe, onde hoje se encontra o porto de Fortaleza. A evidência histórica mais forte de que o espanhol teria passado pela região é um mapa elaborado em outubro de 1500 pelo cartógrafo Juan de la Cosa. Os contornos presentes no documento apontam conhecimento sobre o litoral cearense. Em Fortaleza, há um bairro chamado Vicente Pinzón, em homenagem ao navegador

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.