Descrição de chapéu Destinos

Isla Mujeres, no México, agrupa o melhor do Caribe em apenas 7 km

Destino com natureza preservada e praias fotogênicas é opção de passeio náutico a partir de Cancún

Ilha vista do alto, com mar de águas claras e píer

Isla Mujeres, a 18 minutos de barco de Cancún, no México Darren/Fotolia

Isla Mujeres (México)

Há quem escolha Isla Mujeres como o destino principal de uma viagem, mas a grande movimentação de embarcações por lá indica que o lugar é opção de bate-volta para o turista hospedado na região de Cancún.

É fácil entrar e conhecer a ilha, que tem pouco mais de 7 km de extensão e fica no norte do estado de Quintana Roo, no México. O cenário é banhado pelo mar azul-esverdeado do Caribe, e as atrações incluem praia com água transparente e mirante.

A travessia já pode ser considerada uma parte boa do passeio. São diferentes embarcações e quatro pontos de partida: praia Tortugas, El Embarcadero e praia Caracol, na região da zona hoteleira de Cancún, e Puerto Juárez.

Saindo deste último, por exemplo, o serviço de ferry tem horários a cada meia hora, é confortável e rápido —a viagem dura cerca de 18 minutos e dá para ter uma vista do mar e das cidades ao longe.

Na chegada ao terminal marítimo, a cor da água surpreende: extremamente clara, faz o turista querer parar e fazer uma foto. Com um pouco de sorte, ele é recepcionado por algum pelicano ou gaivota.

Como em qualquer cidade turística, as opções de passeio saltam à frente do visitante já no desembarque —não custa pesquisar os preços. 

O tour pode ser feito em táxis, que percorrem a ilha de ponta a ponta, ou por conta própria, em carrinhos de golfe que lotam as ruas. Para alugar o veículo é preciso ter carteira de habilitação.

Considerada uma das principais atrações do local, a Playa Norte fica ao lado do terminal marítimo e perto das ruas comerciais, cheias de restaurantes e lojinhas de artesanato. Bastante procurada e cercada por bares, tem um trecho de água tranquila e é bem rasa por alguns metros.

Do outro lado, na Punta Sur, em uma área de penhascos, fica o Parque Natural de Arrecifes Garrafón. Ali há um monumento à Ixchel, que é a deusa maia da fertilidade, da abundância e do amor.

Na mesma área, a escultura de uma iguana lembra que a espécie é uma das mais representativas da região. Quando estiver no mirante, veja se não há alguma sobre as pedras. 

A natureza é rica na ilha. Tubarões-baleia podem ser vistos especialmente de maio a setembro, segundo o governo. 

Se houver tempo, mergulhos e passeio de caiaque são ótimas opções. Também vale visita à capela de Guadalupe, onde, atrás do altar, uma parede de vidro mostra o mar. 

Perto dali, um monumento com vista do alto homenageia as tartarugas marinhas, "bela espécie em perigo de extinção", diz uma placa.

A preocupação com a preservação é mote de outro ponto turístico: a Tortugranja, uma espécie de aquário com peixes e centro de conservação de tartarugas marinhas e de terra. O local é pequeno e, na área externa, reserva uma vista do mar clarinho, acompanhado de gaivotas.

Do lado do continente, em Costa Mujeres, a praia de areia branca com vegetação preservada tem concorrentes: resorts que misturam entretenimento e exclusividade.

O TRS Coral, hotel só para adultos, reúne atividades além do banho de sol. Os apartamentos são bem equipados, alguns com piscina privativa, outros com hidromassagem.

Fora dos quartos, há mais piscina, bar molhado, hidroterapia, aula de ioga e uma série de restaurantes, tudo incluído na diária (o pacote com três noites para dois adultos, all-inclusive, custa partir de US$ 2.104, ou R$ 9.199).

Cada andar tem um mordomo para auxiliar o hóspede de forma personalizada. 

O ambiente tranquilo e reservado é ideal para casais. E, embora os quartos sejam para, no máximo, duas pessoas, há versão com camas separadas para serem compartilhados por amigos ou pessoas que viajam em família.

O resort é pé na areia, e o acesso à praia é feito por um caminho de madeira, cercado por vegetação.

Placas alertam para a possível presença de arraias. A água é limpa e de temperatura agradável.

Quem se cansar de ficar entre o mar e a piscina pode se inscrever em atividades em grupo, como aula de dança, ou contratar uma lição de tênis com instrutores do Rafa Nadal Tennis Centre. 

Aberta oficialmente em fevereiro de 2019, com presença do tenista espanhol, a academia tem museu, loja oficial e tem programas para adultos e crianças. O foco são os turistas, por isso são oferecidos pacotes por hora ou dias de aulas, para diferentes níveis e necessidades. Um pacote com três dias custa a partir de US$ 450 (R$ 1.967).

Não há motivo para sair do complexo, que inclui, além do TRS, o Grand Palladium, outro resort do grupo.

Há uma cidade entre os dois hotéis, ambos inaugurados em novembro de 2018.

É no Village, área comum dos hóspedes, que estão a maioria dos bares e restaurantes. São 11, além dos cinco exclusivos do TRS.

Nessa região também há lojas, casa de show, um centro de convenções e até uma capela. O wi-fi funciona perfeitamente em todos os locais. Carrinhos de golfe ajudam a transportar os turistas.

O hóspede do TRS tem acesso à toda extensão e atividades do complexo, incluindo piscina do Grand Palladium, Chic e áreas molhadas do spa, que tem saunas e cabine de gelo no circuito —massagens são cobradas à parte.

Para quem quiser ficar hospedado no Grand Palladium, o pacote com 3 noites para dois adultos, no sistema all-inclusive, custa a partir de US$ 978 (R$ 4.276). 

A jornalista viajou a convite do Palladium Hotel Group

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.