Descrição de chapéu Coronavírus

Lado paraguaio da usina de Itaipu suspende visitas turísticas

Medida tem objetivo de evitar propagação do novo coronavírus

São Paulo

O lado paraguaio da Itaipu Binacional anunciou nesta quarta-feira (11) a suspensão das visitas turísticas ao complexo hidrelétrico por pelo menos 15 dias. A medida tem como objetivo evitar a propagação do novo coronavírus.

"A Itaipu tem colaborado assiduamente com a área da saúde e, neste momento, prioriza ações que ajudam a proteger o bem-estar dos 7 milhões de paraguaios", afirmou, em nota, a assessoria do complexo.

A decisão acontece após o Paraguai registrar o segundo caso de Covid-19 (Coronavírus) no país. Nesta terça (10), o governo paraguaio anunciou que eventos com aglomeração, inclusive partidas de futebol, terão portões fechados em razão do vírus.

O lado brasileiro do complexo continuará funcionando normalmente, sem qualquer mudança no roteiro de visitação.

"Sobre o coronavírus, a Itaipu, margem esquerda, esclarece que manterá as visitas aos atrativos turísticos da usina normalmente, seguindo orientação do Ministério da Saúde, que acompanha a situação atentamente, aplicando todos os protocolos estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde", afirmou, em nota, o lado brasileiro da usina.

Em 2019, o complexo recebeu mais de um milhão de turistas, o recorde anual desde que foi aberto à visitação. Os números consideram as visitas das margens brasileira e paraguaia da usina.

A usina é o segundo destino mais procurado da região, com número de visitantes menor apenas que o Parque Nacional de Foz do Iguaçu, onde ficam as cataratas.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) decidiu declarar que há uma pandemia do novo coronavírus em curso no mundo. O Brasil tem 37 casos confirmados até esta quarta, segundo o Ministério da Saúde. Não há casos registrados no estado do Paraná.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.