Painel

Editado por Guilherme Seto (interino), espaço traz notícias e bastidores da política. Com Danielle Brant

Salvar artigos

Recurso exclusivo para assinantes

assine ou faça login

Painel

União Brasil e Fundação Dom Cabral fazem curso para capacitar 400 candidatos

Partido quer ampliar de 500 para 700 o número de prefeitos na eleição de outubro

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O União Brasil e a Fundação Dom Cabral fecharam uma parceria para capacitar 400 novos candidatos no país, em curso de formação que será lançado nesta terça-feira (16) pelo vice-presidente do partido, ACM Neto, durante reunião da bancada na Câmara dos Deputados.

Vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, lançará curso de formação de candidatos para eleições de outubro
Vice-presidente do União Brasil, ACM Neto, lançará curso de formação de candidatos para eleições de outubro - Pedro Ladeira/Folhapress

O partido tem como objetivo aumentar de 500 para 700 o número de prefeitos na eleição de outubro.

O lançamento ocorre em um contexto em que o União Brasil busca se recuperar do conturbado início de ano. No final de fevereiro, o então presidente do partido, o deputado federal Luciano Bivar (PE), foi substituído no cargo por Antonio de Rueda. Duas semanas depois, Bivar foi afastado do partido depois de incêndios em duas casas em Pernambuco ligadas a Rueda.

No final de março, o partido se viu novamente mergulhado em uma crise após a prisão do deputado federal Chiquinho Brazão, um dos suspeitos de mandar assassinar a vereadora Marielle Franco (PSOL) e o motorista Anderson Gomes em 2018. Brazão foi expulso do partido e teve a prisão mantida pela Câmara na última quarta-feira.

LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.