Descrição de chapéu Coronavírus

Número de mortes por Covid-19 aumenta 128% em SP em 10 dias

Estado tem 2.586 óbitos e 31.174 contaminações confirmadas, maior número do país

São Paulo

O número de mortes relacionadas a Covid-19 registrado até 16h deste sábado (2) chegou a 2.586 em São Paulo, segundo dados divulgados pelo governo.

Isso representa um aumento de 128% nos últimos dez dias. Em 22 de abril, o estado tinha 1.134 óbitos confirmados. No período, a quantidade de infectados subiu 95% —passou de 15.914 para 31.174.

Dos mortos, 1.517 são homens e 1.069 mulheres. A mortalidade continua concentrada na faixa etária de 60 anos ou mais (73,5%), com algum fator de risco associado. Os principais são as cardiopatias (60,1%), o diabetes (43,6%) e a doença renal (11,7%).

A doença se espalhou por 332 cidades paulistas e em 150 municípios há mortes. "A pandemia no interior está atrasada em duas semanas, em relação à região metropolitana de SP e isto se deve às medidas de confinamento e afastamento social adotadas no estado", diz David Uip, coordenador do Centro de Contingência do coronavírus no estado.

Com a expansão da Covid-19 pelo território, o interior, litoral e Grande São Paulo passam a concentrar 35,7% das mortes (925), um aumento superior a quatro pontos percentuais em dez dias, quando havia 569 (31,3%).

Em relação aos casos, a alta nessas regiões foi de quase cinco pontos percentuais —37,4% do total (11.680), contra 32,8% (6.457) no mesmo intervalo de tempo.

A taxa de ocupação de leitos de UTI destinados ao atendimento de pacientes com Covid-19 está em 66,2% no estado e 87,5% na Grande São Paulo.

Atualmente, há 3.387 pacientes com Covid-19 internados em UTIs e 5.327 em enfermarias.

Nesta semana, em videoconferência com o ministro da Saúde, Nelson Teich, o governador João Doria pediu o credenciamento de 2.783 letos de UTI específicos para Covid-19. Até o momento, 734 foram habilitados.

Na sexta (1º), entrou em funcionamento o terceiro hospital de campanha da capital, no Ibirapuera (zona sul), com 268 leitos, sendo 240 de baixa complexidade e 28 de estabilização. As três unidades de campanha juntas (Ibirapuera, Anhembi e Pacaembu) somam 2.268 leitos.

Em maio, a prefeitura de São Paulo abrirá, na região do Capão Redondo (zona sul), o hospital Bom Caminho, que contará com 120 leitos de UTI.

O secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, e demais autoridades médicas do Centro de Contingência de Coronavírus afirmam que o isolamento social é a medida ideal para evitar o aumento de casos e mortes, e o colapso da rede pública de saúde.

Durante a semana, a taxa se manteve entre 47% e 48%. Nesta sexta, o índice foi de 56% de adesão. O ideal é que chegue a 70% —aceitável entre 505 e 60%.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.