Descrição de chapéu Agora

Corinthians e Santos se enfrentam em amistoso para iniciar temporada

Fábio Carille e Jorge Sampaoli irão colocar as equipes em campo pela primeira vez neste domingo

Marcos Guedes
São Paulo

Corinthians e Santos iniciam as suas temporadas, às 17h30 deste domingo (13), em amistoso no estádio corintiano, em Itaquera. Para os torcedores dos dois lados, a principal esperança estará na beira do gramado.

Fábio Carille e Jorge Sampaoli assumiram equipes que não terminaram 2018 bem. Estão à frente de elencos que não parecem ter o mesmo nível dos principais do país, mas é justamente por isso que tanta responsabilidade recai sobre seus ombros.

Fabio Carille durante treino no CT Joaquim Grava
Fabio Carille durante treino no CT Joaquim Grava - Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians/Divulgação

No caso do Corinthians, Carille já mostrou ser capaz de extrair o máximo de times considerados limitados. Em um ano no comando da equipe, não começou nenhuma competição como favorito, mas conquistou duas edições do Campeonato Paulista e uma do Campeonato Brasileiro antes de passar seis meses na Arábia Saudita, deixando saudades no torcedor.

Nesse período, o clube do Parque São Jorge teve dois treinadores: Osmar Loss, ex-auxiliar de Carille, e Jair Ventura, demitido no dia seguinte ao término do Brasileiro.

O argentino Jorge Sampaoli, por sua vez, fez a seleção chilena tomar um tamanho que não tinha, vencendo a Copa América de 2015.

Depois de cumprir papel razoável no Sevilla (ESP) e fracassar na seleção argentina, eliminada nas oitavas da Copa do Mundo da Rússia, chegou para juntar sua obsessão ofensiva com a correspondente vocação da equipe santista.

Depois que Jair Ventura deixou o clube, durante a disputa do Campeonato Brasileiro, o Santos tentou Cuca, que fez trabalho apenas razoável e deixou a equipe para tratar um problema no coração

Jorge Sampaoli durante treino do Santos
Jorge Sampaoli durante treino do Santos - Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

Os times ainda não estão prontos, mas o paulista de 45 anos e o argentino de 58 já terão de mostrar serviço. Vencer um rival, ainda que em amistoso, representará bom início.

O alvinegro paulistano contará com alguns de seus reforços para a temporada, como Ramiro e Sornoza, e terá o apoio dos torcedores.

 A determinação de torcida única nos clássicos, implementada em abril de 2016, vale também para amistosos. Portanto, só haverá corintianos em Itaquera.

Já o Santos não terá torcedores nem reforços, já que a diretoria ainda não apresentou ninguém. Com o que tem, Sampaoli tentará deixar uma boa impressão inicial. 

Agora
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.