Descrição de chapéu São Paulo

Diniz defende estilo de jogo e se vê no auge em chegada ao São Paulo

Técnico apresentado nesta sexta (27) citou nomes de Telê Santana e Muricy Ramalho

São Paulo

Apresentado no São Paulo nesta sexta-feira (27), o técnico Fernando Diniz, 45, citou em sua primeira entrevista coletiva nomes de treinadores históricos do clube e afirmou que seu estilo de jogo tem o “DNA” da equipe tricolor.

“Quando fala-se de São Paulo, lembra-se muito do time do seu Telê [Santana], que jogava bonito e ganhava”, disse o novo comandante, que relembrou os títulos mundiais conquistados pelo clube em 1992 e 1993.

Fernando Diniz é apresentado como novo técnico do São Paulo
Fernando Diniz é apresentado como novo técnico do São Paulo - Rubens Cavallari/Folhapress

O time de 1992 tinha Raí, hoje diretor de futebol e que estava sentado ao lado de Diniz nesta sexta. O treinador também enumerou as conquistas do Brasileiro sob o comando de Muricy Ramalho.

O recém-chegado para substituir Cuca, que deixou o cargo na quinta (26) citando incompatibilidade entre seu estilo de trabalho e o do elenco, defendeu sua visão de jogo ofensivo e marcado pela valorização da posse de bola: “Quanto mais chances você consegue criar, desde que as aproveite, tem mais chance de vencer. Acredito que se você jogar bem tem mais chance de vencer os jogos, não o contrário”.

Ele vê evolução em sua carreira desde que, dez anos atrás, era treinador na terceira divisão nacional. Após chegar à elite no ano passado, quando treinou o Athletico-PR, nela permaneceu ao comandar o Fluminense nesta temporada. “O São Paulo é o auge da minha carreira até agora”, disse.

Para Diniz, no Brasil há uma cultura de passagens curtas de treinadores pelos clubes. Desde o final de 2015, o São Paulo troca seu comandante uma vez a cada quatro meses, em média. A gestão do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, acumula 14 trocas de treinadores. Leco não estava ao lado do novo contratado durante a entrevista.

​Raí disse que consultou pessoas de dentro e fora do clube para trazer o profissional, e que elas criaram um consenso em torno do nome do treinador.

Nesta sexta-feira, Diniz já trabalhou com o grupo no gramado do Centro de Treinamento da Barra Funda. Teve uma conversa com o elenco para explicar seus planos no clube e depois comandou treino sem a presença da imprensa.

A atividade, inclusive, atrasou o início da entrevista coletiva, que teve que ser mais curta que o habitual em apresentações (durou pouco mais de 10 minutos) por conta do horário da viagem para o Rio de Janeiro.

A equipe embarcaria na sequência para o Rio, onde enfrentará o Flamengo, líder do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para as 19h deste sábado (28), no estádio do Maracanã. O São Paulo busca melhorar seu retrospecto recente, com apenas uma vitória nos últimos seis jogos.

Em sexto na tabela, com 35 pontos (13 atrás do primeiro lugar), o clube tem Grêmio e Bahia um ponto atrás e pode terminar a rodada fora da zona de classificação para a Libertadores em caso de tropeço.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.