Descrição de chapéu

'É esse o melhor futebol do mundo, merecedor da taça? Fala sério', diz leitor

Seleção brasileira venceu a Costa Rica por 2 a 0 em seu segundo jogo na Copa do Mundo na Rússia

Seleção brasileira 

O Brasil ainda é um dos favoritos na Copa na Rússia, mas a atual seleção está muito aquém de outras equipes que nos representaram em Mundiais passados.

João Mucci (Ponte Nova, MG)

 

Ganhar da seleção da Costa Rica no final do segundo tempo foi demais. O futebol espetáculo precisa ser reinventado, sob pena de equipes medianas travarem adversários usando somente a excelência em preparação física e aplicação tática. 

Celso Luís Gagliardo (Americana, SP)

 

É esse o melhor futebol do mundo, merecedor da taça? Fala sério. “Bora” comprar a camisa da seleção da Croácia.

Cassio Nogueira (Santos, SP)


VAR

Excelentes as ponderações sobre a utilização do VAR nesta Copa do Mundo (“Apito eletrônico”). De fato, o árbitro assistente de vídeo tem auxiliado tanto na elucidação de faltas não marcadas pelo juiz como na revisão de infrações equivocadamente apontadas pelo árbitro de campo, a exemplo do pênalti anulado no jogo do Brasil contra a Costa Rica. Sem querer afastar a aferição dos aspectos subjetivos, o uso de novas tecnologias no esporte é sempre bem-vindo quando busca pacificar os lances polêmicos.

Gustavo Rogério (Limeira, SP)


Formação de professores 

A situação da educação básica encontra-se crítica, para ser moderado (“MEC quer congelar nova formação de professor”). Os cursos estão em situação subcrítica. E medidas de caneta agravaram os sintomas da “doença”. Para mencionar um exemplo dessa situação que observo, frequentemente pais procuram a ajuda de professores aposentados para alfabetizar seus filhos.

Nelson Liporaci (Ribeirão Preto, SP)


Previdência

Como um representante das empresas de previdência privada não se sente constrangido em vir, neste jornal, defender a reforma da Previdência pública? Será que imaginaram que ninguém repararia no conflito de interesses? Ou já decidiram escancarar de vez? Fica a dúvida (“Desinformação embaralha debate sobre a Previdência”, de Edson Franco).

Alex Fabiano Nogueira (São Paulo, SP)


Cobertura vacinal

Acho que faltam esclarecimentos à população de que a vacina é benéfica, ao contrário do que se especula (“O enigma das vacinas”).

Sergio Boccia (São Paulo, SP)


Ex-governador da Bahia

Waldir Pires, ex-governador da Bahia e ex-ministro, ensinou a jovens, como eu, como é importante valorizar e engrandecer a democracia e as instituições. Pires, vá em paz, pois deixou células de liberdade que sempre se lembrarão do seu legado, de sua história viva e da mensagem de que é preciso, sim, fazer a boa política.

Leonardo Fraga Lima, estudante de medicina (Salvador, BA)


Delações

No editorial “Delação não basta”, em que é mencionada a absolvição da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e de seu marido, Paulo Bernardo, fica evidente que nas delações as palavras do ser humano não têm mais valor. Com políticos especializados em esconder suas falcatruas e testemunhas desacreditadas, quem ainda será condenado?

Rosa Lina Krause (Timbó, SC)

 

Só falta agora a senadora Gleisi Hoffmann pedir reparações de danos morais e materiais.

Jaime Eufrasio Sanches (São Paulo, SP)


Eleições

Respeito a opinião de todos em um país democrático, mas posso discordar um pouco desta expectativa (“Eleitor vê Lula como o mais preparado para acelerar a economia”). O PT ficou 13 anos no poder e, em algum momento no mandato do Lula, conseguiu tal proeza. Depois, no entanto, veio só decepção.

Jefferson Regional Magario (Registro, SP)

 

Não sei que eleitor pensa isso, mas pelo menos a pesquisa revela por que estamos tão bem na saúde (hospitais públicos em ótimo estado, atendimento imediato e de qualidade à população), na segurança pública (combate ao narcotráfico e poucos homicídios) e no ensino (nossos alunos tem as melhores notas mundiais). Os 13 anos do PT nos proporcionaram isso.

Heitor Kunst (Igrejinha, RS)

 

Pois é. Mas se esqueceram de que ele está preso, condenado por corrupção e inelegível por força da Lei da Ficha Limpa, aprovada por ele próprio quando presidente. Nada disso se aplica ao Lula?

José M. Leal (Campinas, SP)


Cargos na prefeitura

Qual é o problema de os nomeados serem amigos de viagem e baladas? Os critérios e requisitos para a ocupação de um cargo são que o indicado seja de confiança e tenha competência (“Braço direito de Covas emprega amigos de faculdade e de balada”).

Luiz Lira da Silva (São Paulo, SP)


Avaliação

Sobre a queixa do leitor Shigueyuki Yoshikuni (Painel do Leitor), discordo inteiramente de tudo. Acho importante sempre pôr o currículo do autor e gostaria também que fosse incluída a idade dele.

Albino Bonomi (Ribeirão Preto, SP)

 

Concordo plenamente com o leitor Shigueyuki Yoshikuni quando ele reclama do tamanho das reportagens na Folha ultimamente. “Mó” preguiça. Ninguém merece. Não terminam nunca. Piora ainda mais quando há aquele aviso “continua na página x”.  Entro em pânico. Já chegam a revista piauí e a Ilustríssima para tornarem a minha vida como intelectual um inferno.

Walter Neves (São Paulo, SP)


Ilustração

Fantástica a ilustração de Mariza Dias Costa na coluna “O grande conflito em curso”, de Contardo Calligaris. Ela nos chama à leitura e valoriza o texto.

José Antônio Garbino (Bauru, SP)


PARTICIPAÇÃO

Os leitores podem colaborar com o conteúdo da Folha enviando notícias, fotos e vídeos (de acontecimentos ou comentários) que sejam relevantes no Brasil e no mundo. Para isso, basta acessar Envie sua Notícia ou enviar mensagem para leitor@grupofolha.com.br.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.