Leitora quer que, em vez de quarentena para juízes, Congresso e STF votem fim do foro privilegiado

CPMF, amiga de Eduardo Pazuello e copie e cola na Justiça são temas de comentários de leitores do jornal

Quarentena para juízes
Para votar a prisão em segunda instância e derrubar o foro privilegiado não há espaço, não é? Sempre assim. Quando é para beneficiar e moralizar esse Brasil, a gaveta é o caminho, mas para votar benefícios próprios sempre há espaço. Que deboche, senhores parlamentares! Depois querem ser respeitados.
Luciana Lins, dentista (Campinas, SP)

*

Por que os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário estão querendo, a qualquer custo, excluir Sergio Moro? É pena que as pessoas se esqueçam dos benefícios que ele e procuradores trouxeram ao país. Excluí-los por oito anos da vida política é absurdo! Essas pessoas que representam esses poderes devem ter medo de informações arquivadas em bancos de dados sigilosos, muitos deles no famoso Coaf.
Maria Telma Falcão de Carvalho (São Paulo, SP)

*

Parece-me que a alteração mais urgente é a forma de escolha dos membros do STF, que hoje é como prêmio a ser dado a membros do Judiciário, do Ministério Público ou do próprio Executivo, àqueles que prestaram bons serviços, no mau sentido, ao presidente de plantão. E a sabatina no Senado também vai depender de agrado aos senadores, grande parte deles com processos, atuais ou futuros, no STF. É dar linguiça para cachorro tomar conta.
Luiz Leal (Florianópolis, SC)

*

Tudo isso é bobagem. Moro e outros ex-juízes devem ter toda a liberdade de disputar eleições. Mais importante: acabar com a vitaliciedade no STF e limitar o número de reeleições para todos os cargos.
Sineu Luiz de Rezende (Mococa, SP)

*

Deveria valer para parlamentares que ocupam cargos no governo.
Luciana Amaral (Curitiba, PR)

*

Que coisa ridícula. Deveria então ser estendida para todo funcionário público (mesma regra).
João Aris Kouyoumdjian (São José do Rio Preto, SP)

*

Mesmo discordando do ex-juiz Sergio Moro —trocou, por uma aventura, carreira brilhante, de relevantes serviços ao país—, é nítida a intenção do STF de barrar a sua eventual candidatura. Nivela-se por baixo o conceito da magistratura. O Brasil é país curioso : um ex-juiz não pode se candidatar a cargo eletivo, mas com ficha imunda, ainda que sem condenação em 2º grau, é aclamado.
Lafayette Pondé Filho (Salvador, BA)

*

Que bom seria para o país se o “lavajatismo”, venerado por bons brasileiros e criticado só nas searas do Aras, fosse adiante e condenasse os Bolsonaros com base nas evidentes e sólidas provas obtidas. Coisa pequena que fosse. Seis meses de prisão domiciliar, mas com mutismo obrigatório, possibilitariam progresso de tal magnitude que colocaria o Brasil nos patamares que merece.
Geraldo de Paula e Silva, professor (Teresópolis, RJ)


Pazuello e a amiga
E a mamata corre solta no (des)governo corrupto Bolsonaro (“Pazuello dá cargo de chefia no Ministério da Saúde a amiga”, Cotidiano, 30/7). Ser bolsonarista é ser a favor de toda essa corrupção e favorecimentos e do crime organizado apoiador da famiglia.
Joaquim Rocha (São Paulo, SP)

A nova representante do Ministério da Saúde em Pernambuco, Paula Amorim, indicada no mês passado
A nova representante do Ministério da Saúde em Pernambuco, Paula Amorim, indicada no mês passado - Paula Amorim no WhatsApp

*

E assim caminhamos ao buraco!
Antonio Ferreira de Castilho (Dois Córregos, SP)

*

Amiga do general, ex-assessora de um tal governador, articulada. Que currículo! Até a minha vizinha é melhor! Ah, dez pilas mensais!
Milton Maeda (São Paulo, SP)


CPMF
Taxar Imposto de Renda! Salário não é renda! É o sal do suor do trabalhador! Renda vem do capital. Taxa, mas taxa com gosto! Tenho certeza de que este dito governo Bolsonaro/Guedes jamais fará justiça no que tange a tributos. Guedes já está satisfeito com o dólar a mais de R$ 5. Farão de tudo para espoliar a nação brasileira dos que pagam tributos em favor aos que sempre viveram das benesses (“Bolsonaro autoriza Guedes a testar ‘nova CPMF’ no Congresso”, Mercado).
Noel Neves (Poços de Caldas, MG)

*

Falta o exemplo do Congresso. Cortem na carne. Isso só veremos em sonho. Maia, fala dos seus processos no STF (“Daqui a pouco vão dar nome em inglês à CPMF para enrolar sociedade, ironiza Maia”, Mercado).
Glabson Coelho (Recife, PE)


Tendências / Debates
Oportuno, consistente e esclarecedor o artigo publicado na Folha pelos professores Esper Kallas e Lily Weckx (“Os estudos de vacinas para a Covid-19”, 31/7) sobre o obrigatório caminho que a boa ciência impõe para o desenvolvimento de vacinas que, nunca é demais repetir, não aceita atalhos que possam comprometer os resultados finais.
Raul Cutait, professor da Faculdade de Medicina da USP (São Paulo, SP)


Justiça
Sobre “Juiz veta prisão domiciliar com copia e cola” (Cotidiano, 31/7), o preso em questão está em regime aberto desde 9/4, e a troca de nomes na sentença, por problema tecnológico, não afetou a concessão do benefício. O Judiciário busca a celeridade, como visto nesse caso. Entre o indeferimento do pedido de prisão domiciliar pelo 1º grau, mantido pelo TJ-SP, até a concessão do regime aberto transcorreram 13 dias.
Thiago Massad, 2º vice-presidente da Apamagis (São Paulo, SP)

*

O Judiciário sempre foi lento. Com a desculpa da pandemia, parou de vez, em muitos casos. Agora, o error in iudicando e o error in procedendo se tornam banais.
Antonio Ribeiro (São Paulo, SP)

*

Se nós, “soltos”, estamos esquecidos, imaginem os que estão privados de liberdade.
Maria Bueno Gomes (Santos, SP)

*

Triste! Acontece, mas as decisões do TJ precisam de mais humanismo. Estou entrando com embargos de declaração em uma. São vários casos semelhantes. Com penas de dois anos e pouco. Só em um caso, até agora, uma das câmaras criminais concedeu regime aberto. Nos demais, sempre semiaberto. Contrariando a lei. E se o recurso especial não subir para o STJ?
Elison de Souza Vieira (Batatais, SP)


#UseAmarelo pela democracia

Aves democráticas em São Luiz do Paraitinga, em foto do aposentado e assinante da Folha Enedir Roberto da Silva
Aves democráticas em São Luiz do Paraitinga, em foto do aposentado e assinante da Folha Enedir Roberto da Silva - Enedir Roberto da Silva

Liberdade só com democracia.
Enedir Roberto da Silva (Guarulhos, SP)

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.