Descrição de chapéu Eleições 2020

Veja perguntas ao vice de Covas, caso ele aceitasse dar entrevista ou participar de debate e sabatina

Ricardo Nunes (MDB) sofreu denúncia de violência doméstica e tem relações controversas no setor de creches

São Paulo

Vice na chapa liderada por Bruno Covas (PSDB), Ricardo Nunes (MDB) não aceitou seguidos convites da Folha para debate e entrevista. Também recusou participar de sabatina Folha/UOL.

O jornal revelou a denúncia de violência doméstica que foi feita contra Nunes por sua própria esposa em 2011 (hoje ela nega agressões) e as relações controversas que o candidato tem com empresas que administram creches terceirizadas da prefeitura.

Nesta quarta-feira, reportagem da Folha mostrou que o desempenho de Guilherme Boulos (PSOL) na reta final da campanha paulistana gerou preocupação no PSDB do prefeito Covas em duas frentes.

Primeiro, a abstenção, que afetou mais o tucano no primeiro turno. Segundo, o crescente foco na situação de seu vice.

Covas reagiu com contrariedade nesta terça, quando foi questionado durante uma sabatina na rádio CBN acerca do registro policial de violência doméstica contra seu vice.

“É impressionante como vocês são pautados pela propaganda do PSOL. Fico horrorizado com isso, como gostam de acabar com a vida do meu vice sem denúncia”, disse.

Um trecho do boletim de ocorrência que tratou do caso foi então lido no ar: “Inconformado com a separação, Nunes não lhe [à esposa] dá paz, vem efetuando ligações proferindo ameaças, envia mensagens ameaçadoras e invade a sua casa, onde faz escândalos e a ofende com palavrões”.

Nesta quarta, na Câmara, Nunes disse não ter "nenhum processo". "Estão falando que tem denúncia de locação de prédio, não tem uma denúncia."

O vice de Covas negou a denúncia de violência doméstica. "Estão falando até em agressão. Olha o nível que nós chegamos (...)."

Veja, a seguir, perguntas que a Folha faria, caso Ricardo Nunes aceitasse dar entrevista ou participar de sabatina ou debate.

*

Caso eleito vice-prefeito, como o sr. pretende atuar? Quer dar atenção a alguma área em especial? Acumular a função com a condução de alguma secretaria?

O fato de disputar a eleição como vice te dá forças para, em 2024, concorrer como cabeça de chapa. Pretende se candidatar à prefeitura no futuro? Quais são seus planos na carreira política?

O sr. considera que apareceu pouco na campanha de Covas? Segundo o Datafolha, apenas 6% do eleitorado ouviu falar no senhor. Isso é uma estratégia? Como mudar isso?

O sr. faz parte de uma coligação de 11 partidos, liderada por PSDB, DEM e MDB, que representa o que o governador João Doria (PSDB) chama de centro democrático. Qual o papel político desse campo, especialmente na eleição presidencial de 2022?

Como se deu a escolha do sr. para compor a chapa de Covas, considerando que ele preferia uma chapa pura e diz que queria ter uma vice mulher? O sr. foi imposto a ele pela coligação?

Existia uma pressão da coligação, exercida sobretudo por Milton Leite (DEM), contra a chapa pura tucana. O MDB e os demais partidos que estão na coligação apoiam o projeto de Covas ou estão interessados nos cargos?

O sr. processou o youtuber Felipe Neto, pedindo a retirada de um tuíte em que ele fala de acusações contra o sr., mas perdeu na Justiça, pois as informações dele são baseadas em reportagens jornalísticas. O que levou o sr. a processá-lo?

Covas vem dizendo que há uma campanha para difamar o senhor. O sr. concorda?

O sr. considera adequada sua proximidade com donos de empresas locadoras de imóveis para creches e entidades gestoras? Como cumprir a função de vereador e fiscalizar o gasto de dinheiro público quando se trata de pessoas do grupo político do senhor?

Uma empresa da família do senhor prestou serviços para entidade da qual o senhor é próximo. Não há um conflito de interesses?

O senhor é entusiasta das creches conveniadas. O modelo é investigado pela Polícia Civil, que suspeita de uso de empresas de fachada, falsificação de guias de encargos de funcionários e até desvio de comida. O que mudaria para evitar essas irregularidades?

A sua esposa registrou um boletim de ocorrência contra o sr. em 2011 por violência doméstica, ameaça e injúria. O documento diz que o sr. “não lhe dá paz, vem efetuando ligações proferindo ameaças, envia mensagens ameaçadoras todos os dias e vai em sua casa onde faz escândalos e a ofende com palavrões”. Como o sr. vai lidar com a questão da violência contra a mulher na cidade de São Paulo com esse histórico?

Durante a campanha, Covas se definiu como progressista ao tratar de direitos humanos. O sr. é conservador, ligado à Igreja Católica, trabalhou contra a inclusão da diversidade sexual no texto do plano municipal de educação. Como vice-prefeito, vai trabalhar pela agenda progressista de Covas ou contra ela?

Como presidente da CPI sobre sonegação fiscal, o sr. recuperou mais de R$ 1 bilhão devido por bancos a São Paulo. Boulos tem como proposta aumentar o ISS de instituições financeiras. Concorda com essa medida?

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.