Após domínio de jipinhos, carros compactos ganham espaço em 2020

Peugeot 208 e Kia Rio se destacam entre novos modelos que chegam ao país neste ano

São Paulo

Depois de utilitários de diferentes tamanhos dominarem os lançamentos entre 2017 e 2019, o ano de 2020 promete ser mais diversificado. Novidades já estreiam em janeiro, com a chegada do compacto Kia Rio.

O modelo de origem sul-coreana é aguardado desde 2016, quando a geração atual foi apresentada. A estreia ocorre na segunda quinzena, com motor 1.6 flex e preço que deve partir de R$ 60 mil.

Outro compacto confirmado é o novo Peugeot 208, que será produzido na Argentina. O carro é maior que seu antecessor e traz entre as opções o inédito motor 1.2 turbo flex com três cilindros. As vendas devem começar entre abril e maio com preços que devem partir de R$ 55 mil, para competir diretamente com o Volkswagen Polo —que também terá novidades em 2020.

O hatch da Volks vai ganhar a versão esportiva GTS, equipada com o motor 1.4 turbo flex (150 cv de potência). O mesmo pacote estará disponível para o sedã Virtus. Ambos chegam às lojas no primeiro trimestre e devem custar aproximadamente R$ 100 mil.

Sucesso entre os motoristas de aplicativo devido ao espaço disponível para passageiros e bagagens, o Nissan Versa fica mais sofisticado em sua segunda geração. 

O desenho racional —e um tanto desproporcional— do modelo antigo deve ser mantido para continuar a atender frotistas. Já a nova geração virá do México em busca do público que deseja um sedã de porte médio e não pretende gastar muito.

São esperados valores a partir de R$ 70 mil para o novo Versa, equipado com motor 1.6 flex e câmbio automático.

Mas é claro que haverá jipinhos urbanos entre os lançamentos do ano. Um dos principais será o Renault Duster, que deve estrear ainda no primeiro semestre. O carro vai manter a robustez e o acabamento simples da geração atual, mas evolui em segurança (terá airbags laterais) e espaço interno. Os preços não devem se distanciar muito dos praticados atualmente. A versão Dynamique 1.6 flex com câmbio automático custa R$ 82 mil.

Entre os carros de luxo, há o novo Audi Q3 e o BMW Série 2 Grand Coupé. Apesar de terem carrocerias bastante diferentes, irão atrás de um mesmo público: consumidores de hábitos urbanos dispostos a gastar entre R$ 150 mil e R$ 200 mil em um automóvel com mais tecnologia e de marca premium.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.