Brasil cai para EUA e tenta vaga em Tóquio em pré-olímpico de basquete

Equipe mantém jogo equilibrado no primeiro tempo, mas é eliminada na China

São Paulo

O Brasil se despediu da Copa do Mundo masculina de basquete nesta segunda-feira (9), na China, com uma derrota por 89 a 73 para os Estados Unidos. A equipe brasileira conseguiu equilibrar o confronto no primeiro tempo, em Shenzhen, mas acabou sucumbindo diante dos favoritos e foi eliminada.

Sem avançar às quartas de final, a seleção não obteve antecipadamente classificação aos Jogos Olímpicos de 2020. As duas vagas das Américas ficaram com Estados Unidos e Argentina, que foram ao mata-mata do Mundial com 100% de aproveitamento. Também já têm presença assegurada na Olimpíada Austrália, Irã, Nigéria e o anfitrião Japão.

A última chance de classificação a Tóquio do Brasil será em um torneio pré-olímpico a ser realizado em junho, um mês antes dos Jogos. A competição classificatória terá quatro chaves com seis equipes cada uma, e o campeão de cada grupo ganhará o direito de participar de ir ao Japão.

Cada chave será disputada em uma sede. Os locais não foram definidos. O Brasil já avisou à federação internacional que gostaria de atuar em casa nessa competição.

O ala-armador Leandrinho sobe para bandeja diante da marcação do armador Marcus Smart - Nicolas Asfouri/AFP

Na China, após vitórias sobre Nova Zelândia, Grécia e Montenegro, o time brasileiro acabou pagando pela derrota para a República Tcheca por 93 a 71. No Grupo K, liderado pelos Estados Unidos, houve um empate tríplice entre República Tcheca, Grécia e Brasil, e os tchecos avançaram em segundo lugar no saldo de pontos, justamente pela boa diferença no placar diante dos brasileiros.

Por causa da derrota no sábado, o Brasil chegou ao confronto com os Estados Unidos precisando da vitória para sobreviver. A equipe se segurou ao longo do primeiro tempo. Sempre atrás no marcador, o time sul-americano contou com boa atuação do ala Vítor Benite para ir ao intervalo perdendo por 43 a 39.

Àquela altura, a equipe já estava sem o técnico Aleksandar Petrovic no banco de reservas. No início do segundo quarto, o croata se irritou muito com uma falta não marcada em Anderson Varejão, recebeu a segunda falta técnica e foi expulso, tendo de ser conduzido por Leandrinho para fora da quadra.

Nos dois quartos finais, acabou aparecendo mais claramente a superioridade norte-americana na imposição física e nas cestas de três pontos. Destacaram-se o pivô Myles Turner, que registrou 16 pontos e 8 rebotes, e o armador Kemba Walker, com 16 pontos e 5 assistências.

Pelo lado brasileiro, além do já citado Benite, que anotou 21 pontos, o pivô Anderson Varejão foi um dos destaques da partida. Seus 14 pontos e 8 rebotes, no entanto, não foram suficientes para a zebra que o time buscava para se manter vivo no Mundial da China.

Equipes classificadas ao torneio masculino de basquete da Olimpíada de 2020:
Argentina
Estados Unidos
Austrália
Nigéria
Irã
Japão

Seis vagas restantes:
2 melhores europeus do Mundial (entre Espanha, Sérvia, França, Polônia e República Tcheca)
4 vencedores dos torneios pré-olímpicos (chance que resta ao Brasil)

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.