Protege é citada por paulistanos como a melhor empresa de segurança privada, aponta Datafolha

A Protege foi a empresa mais citada na categoria "Segurança privada" por paulistanos das classes A e B ouvidos pelo Datafolha. A marca teve 6% das menções.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Protege foi escolhida como a melhor empresa de segurança privada, com 6% de menções entre os entrevistados das classes A e B da cidade de São Paulo.

No universo dos que participaram da enquete realizada pelo Datafolha, chama a atenção o alto índice de pessoas que não souberam ou não quiseram opinar, 71%.

Mas isso não chega a ser preocupante para Marcelo Baptista de Oliveira, presidente do Grupo Protege. "Vejo com naturalidade. Nos últimos meses, inclusive, notamos que pesquisas de opinião pública apontam o aumento da sensação de insegurança por parte da população. Então, é normal que as pessoas não se identifiquem com esse tipo de segmento", avalia o executivo.

De acordo com a pesquisa, a Protege atingiu 9% de menções entre os homens.

Com faturamento de R$ 1,8 bilhão no último ano, a empresa pretende agora aumentar o trabalho com vigilância para clientes corporativos. O transporte de valores ainda é o carro-chefe, mas não mais a única área de atuação da Protege. "A cada dia, estamos mais presentes no varejo com soluções de segurança", afirma Oliveira.

Para o empresário, seu ramo de atuação é muitas vezes "invisível" e não necessariamente consumido diretamente pelo cidadão. "Para o público final, divulgamos a marca por meio de patrocínios culturais, como filmes, teatro etc. Além da presença nas redes sociais", completa. A Protege tem 292 mil seguidores em seus perfis na internet.

De fato, um dos vídeos mais recentes em uma das páginas da empresa trazia o ator Paulo Gustavo fazendo um agradecimento aos patrocinadores pelo sucesso da produção "Minha Mãe É uma Peça 2", um dos filmes mais vistos no cinema brasileiro, com 9,8 milhões de espectadores. Comédia também é coisa séria.

*

Protege
Fundação: 1971
Frota: 1.800 veículos
Atuação: 24 Estados mais o DF
protege.com.br

*

Marcelo Baptista, presidente da Protege

"A região Sudeste é a que mais 'consome' segurança. E a cidade de São Paulo, certamente, é o maior mercado. Não diria que é o cliente mais difícil, mas com certeza é o mais desafiador.
As operações na capital requerem uma logística diferenciada por algumas restrições de circulação e também pelo tamanho da operação", diz Marcelo Baptista, presidente da Protege.

Publicidade
Publicidade
  1. 28/05/2017
    1. Ipiranga é citado como melhor posto de gasolina de São Paulo, mostra pesquisa Datafolha

      Qual é o posto de gasolina preferido do paulistano? Essa nem o matuto Batata, com seu cesto de palha, saberia responder de supetão. Mas o famoso personagem, que dá a mesma resposta a todos os problemas, acertaria se mantivesse sua réplica habitual: Posto Ipiranga.

    2. Cobasi é a pet shop preferida dos paulistanos, diz pesquisa Datafolha

      Um mural do artista Eduardo Kobra ocupa toda a parte superior de uma parede na loja da Cobasi da marginal Tietê. A pintura, que representa floresta, cachoeiras e o mar ao fundo, combina com o jardim de inverno, com fonte de água e carpas, na entrada do imóvel.

    3. Sem Parar é citado como melhor pedágio eletrônico por 23% dos paulistanos, aponta Datafolha

      Em uma cidade com 8,4 milhões de veículos, é difícil não topar em algum momento com o Sem Parar. Presente em todas as estradas do Estado, em shoppings, hospitais e aeroportos, a empresa venceu pelo terceiro ano a categoria melhor pedágio eletrônico (23%).

    4. Quatro varejistas dividem a preferência dos paulistanos como melhor loja de departamento

      Elas expandem suas lojas em ritmo acelerado, investem cada vez mais no mundo digital e inovam para acompanhar o consumidor na velocidade da internet. Quatro das maiores varejistas do país —Renner, Lojas Americanas, C&A e Casas Bahia— têm mais um ponto em comum: foram escolhidas como as melhores lojas de departamento de São Paulo.

    5. Leroy Merlin e C&C investem no comércio eletrônico e se dividem no gosto dos paulistanos

      O mundo digital está cada vez mais concreto, pelo menos nas grandes redes de material de construção. De olho no consumidor que compra pela internet, C&C e Leroy Merlin investem pesado em suas plataformas de e-commerce. Inovações e proximidade do cliente que refletiram na pesquisa Datafolha: as duas empataram com 21% (Leroy Merlin) e 20% (C&C) das menções.

    6. Três publicitários elegem cinco pontos de São Paulo para campanhas; confira

      Como o mais importante polo de publicidade e propaganda da América do Sul, São Paulo reflete a diversidade de um país de proporções continentais, onde convivem diferentes gostos, costumes e manifestações multiculturais.

    7. Para design e decoração, paulistanos elegem Tok&Stok como melhor opção entre lojas

      Mobiliar e decorar uma casa, até o fim dos anos 1970, não era tarefa fácil. Se você gostava de uma cadeira, mas não queria a mesa de jantar "combinando", uma pena —ou levava o jogo todo, ou não levava nada. Além disso, era preciso esperar semanas, ou até meses, para os móveis serem entregues em casa.

    8. Ri Happy é a loja infantil mais citada por paulistanos em pesquisa Datafolha

      Visitar uma loja de brinquedos é uma experiência e tanto: uma profusão de cheiros e cores que desperta a curiosidade, e dá-lhe vasculhar estantes, do chão ao teto, ainda que só para brincar de brincar.

    9. Cenário de crise favorece reposicionamento das marcas

      O levantamento de 2017 sobre os melhores serviços da cidade de São Paulo, feito pelo Datafolha, revela mudanças no quadro de avaliação das marcas que dominam o imaginário do consumidor. Em movimento oposto às tendências do ano passado, a taxa de entrevistados que alegam desconhecimento cai expressivamente nas categorias que possibilitam comparação com as tomadas anteriores.

    10. Mesmo em tempos de crise, setor de serviços cresce em São Paulo e amplia opções

      Um dos grandes compositores brasileiros, autor de canções como "Tereza da Praia", o paraense Billy Blanco (1924-2011) lançou em 1974 "Sinfonia Paulistana", com 14 músicas em homenagem à cidade. Entre elas, estava "Amanhecendo", do célebre refrão "Vambora, vambora, olha a hora".

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
Publicidade