Descrição de chapéu Folha Informações

Projeto Comprova confere veracidade de 77 boatos sobre políticas públicas federais

Na coalizão, 24 veículos de mídia trabalharam juntos nos últimos cinco meses

São Paulo

Chega ao fim a segunda fase do Comprova, coalizão de 24 organizações de mídia brasileiras, dentre elas a Folha, formada para combater desinformação nas redes sociais. 

Desde a metade de julho, a iniciativa liderada pela Abraji publicou 77 checagens sobre políticas públicas federais. Dessas checagens, 65 tiveram a participação da Folha na apuração ou cruzamento de dados, sendo publicadas na página Folha Informações.

As postagens em redes sociais foram escolhidas com base no alcance que tiveram. De todas as realizadas, apenas duas foram classificadas como “evidência comprovada”, ou seja, que eram sobre fatos verdadeiros ou que não sofreram manipulação.

As demais postagens investigadas foram consideradas falsas ou enganosas ainda que, em parte delas, alguns elementos tenham sido comprovados como verdadeiros.

É justamente a mistura de informações verdadeiras e falsas que torna mais difícil a tarefa de identificar conteúdos enganosos no feed do Facebook ou nos grupos de família do Whatsapp (veja aqui dicas e ferramentas para não espalhar 'fake news').

Acerca do tema com mais postagens enganosas, ambiente foi o mais recorrente, dadas as notícias sobre as queimadas na Amazônia. Em seguida, ficaram as verificações de postagens enaltecendo a economia do país com dados descontextualizados ou errados.

Diversas postagens sobre andamento de obras de estradas e ferrovias com teor exagerado e informações falsas fizeram com que a área de infraestrutura também tivesse destaque.

A metodologia utilizada pelo Comprova foi desenvolvida pela First Draft, organização da Universidade Harvard, nos EUA, especializada em buscar estratégias para combater fake news. 

Durante as checagens, os veículos do Comprova trabalharam em colaboração e buscaram a fonte original do conteúdo viralizado —um dos pontos principais da metodologia do First Draft. A publicação só ocorre após ao menos três dos integrantes concordarem sobre a falsidade ou veracidade da informação em questão. 

Além da Folha, fazem parte AFP, Band, BandNews, Band.com.br, Canal Futura, Correio do Povo, Exame, GaúchaZH, A Gazeta, Jornal do Commercio, Jornal Correio, Metro Brasil, Nexo Jornal, Nova Escola, NSC Comunicação, O Estado de S. Paulo, O Povo, Poder360, piauí, Rádio BandNews FM, Rádio Bandeirantes, SBT e UOL.

O projeto teve patrocínio do Google News Initiative, do Facebook Journalism Project e do WhatsApp e apoio institucional da Faap.

Esta segunda fase foi a primeira iniciativa do projeto de checagem colaborativa fora do período eleitoral. A primeira fase do Comprova, que ocorreu durante as eleições de 2018, fez parte de uma rede de iniciativas do First Draft desenvolvidas no mundo, em países como França, Reino Unido e Nigéria. 

Projeto Comprova

O Comprova é uma coalizão de veículos jornalísticos que visa identificar, checar e combater rumores, manipulações e notícias falsas sobre políticas públicas. É possível sugerir checagens pelo WhatsApp da iniciativa, no número (11) 97795-0022.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.