Descrição de chapéu Copa Libertadores

Não tenho dúvidas de que o Flamengo é o maior do mundo, diz Jesus

Técnico concedeu entrevista nesta sexta (22), véspera da final da Libertadores

Lima

Se existe um momento certo para afirmar algo assim é nesta sexta-feira (22), véspera da final da Copa Libertadores. Idolatrado pela torcida flamenguista nas ruas de Lima, onde o coro de “olê, olê, Mister, Mister” volta e meia é ouvido, Jorge Jesus jurou já saber faz tempo que chegaria na decisão do torneio sul-americano.

“No dia em que decidi treinar o Flamengo, falei para minha comissão arrumar as malas porque seríamos finalistas da Libertadores. Chegamos contra um rival muito forte e com mais experiência. Isso não nos assusta porque sabemos do nosso valor”, afirmou na entrevista coletiva no estádio Monumental, onde acontecerá a partida contra o River Plate (ARG) neste sábado (23), às 17h (de Brasília).

O técnico Jorge Jesus durante treino do Flamengo em Lima, no Peru
O técnico Jorge Jesus durante treino do Flamengo em Lima, no Peru - Guadalupe Pardo/Reuters

Com o provável título brasileiro, Jesus tem a chance de levar o time às duas conquistas mais importantes do ano. Relaxado, ele incorporou os termos usados pela torcida. Chamou o Flamengo de nação e elogiou o esforço das milhares de pessoas que viajaram a Lima para apoiar os jogadores.

“Não tenho dúvidas de que o Flamengo é o maior clube do mundo. Não desportivamente, porque este é o Real Madrid. Mas pelos adeptos, o Flamengo é o maior do mundo”, elogiou.

Recusou-se também a comentar o futuro e a possibilidade de voltar à Europa. Ele tem contrato com o clube carioca até julho de 2020.

Embora veja semelhanças nos estilos ofensivos de jogar entre as duas equipes, Jesus sabe que pelo menos na experiência o River leva vantagem. Chegou a duas finais nos últimos quatro anos.

Por isso, trabalhou nos últimos dias no aspecto emocional dos atletas, dando-lhes moral. Elogiou a vontade do capitão Everton Ribeiro e disse ter se surpreendido com o comprometimento do elenco.

“O trabalho que precisava ser feito, foi feito. Há coisas mais importantes [do que ganhar o título], como jogar bem”, concluiu.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.