Descrição de chapéu ilustríssima conversa

Bolsonaro emergiu do ressentimento gerado no lulismo, diz Idelber Avelar

Em podcast, professor de literatura analisa linguagem de junho de 2013, Lava Jato e bolsonarismo

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Idelber Avelar, professor de literatura latino-americana na Universidade Tulane, em Nova Orleans (EUA), é o convidado desta semana do Ilustríssima Conversa.

No livro “Eles em Nós: Retórica e Antagonismo Político no Brasil do Século XXI” (editora Record), o autor discute, com base nas ferramentas da análise do discurso, os principais movimentos da política brasileira nas últimas duas décadas.

O pesquisador examina o uso de categorias retóricas como hipérbole, eufemismo e tautologia por atores políticos. O discurso hiperbólico do Brasil grande, por exemplo, com uma combinação de exagero da realidade e tentativa de elevar projeções de futuro, esteve presente tanto na ditadura militar quanto nas políticas desenvolvimentistas de Lula e Dilma Rousseff, afirma.

Em sua interpretação do lulismo, Avelar recorre ao conceito de oxímoro, figura de linguagem que condensa, em uma mesma expressão, significados opostos, como “círculo quadrado”. Ele avalia que, na política brasileira dos anos 2000, a ideia se manifestou em um pacto paradoxal entre forças contraditórias, orquestrado por um presidente com um profundo domínio da retórica.

Idelber Avelar com gramado ao fundo
Retrato de Idelber Avelar, autor de 'Eles em Nós' - Divulgação

Na conversa, o autor tratou da ruptura que junho de 2013 instaurou na política nacional e dos significados da Operação Lava Jato, além de expor sua leitura da ascensão de Jair Bolsonaro. O autor aponta uma retroalimentação entre lulismo e bolsonarismo, mas rejeita a ideia de que os dois campos são equivalentes —só o bolsonarismo é extremista e ameaça a democracia, argumenta.

O Ilustríssima Conversa está disponível nos principais aplicativos, como Apple Podcasts, Spotify e Stitcher. Ouvintes podem assinar gratuitamente o podcast nos aplicativos para receber notificações de novos episódios.

O podcast entrevista, a cada duas semanas, autores de livros de não ficção e intelectuais para discutir suas obras e seus temas de pesquisa.

Já participaram do Ilustríssima Conversa Christian Dunker, psicanalista que reconstituiu a história da depressão, Lira Neto, que narrou a saga dos judeus sefarditas até o Recife, Roberto Simon, autor de livro sobre o apoio da ditadura brasileira ao golpe contra Allende, no Chile, Heloisa Buarque de Hollanda, que situou as principais tendências do pensamento feminista contemporâneo, Ilona Szabó, que discutiu as ameaças à democracia no Brasil, Luiz Simas, que apontou os conflitos do Brasil institucional e da brasilidade, Malu Gaspar, repórter que investigou os escândalos de corrupção e a derrocada da Odebrecht, Flavia Rios, coorganizadora de coletânea da intelectual Lélia Gonzalez, Karla Monteiro, biógrafa do jornalista Samuel Wainer, Vinicius Torres Freire​, que tratou de medidas econômicas durante a crise do coronavírus, Muryatan Barbosa, pesquisador da história do pensamento africano, e Júlio Delmanto, autor de livro sobre a história social do LSD no Brasil, entre outros convidados.

A lista completa de episódios está disponível no índice do podcast. O feed RSS é https://folha.libsyn.com/rss.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.