Leitor afirma que tomaria vacina russa despreocupado

País diz que americanos e europeus querem fabricar Sputnik V

O avanço da indústria farmacêutica russa é tão grande que, para quem produziu atletas em laboratório, produzir uma vacina eficiente é um passeio. Vão dar uma uma volta de vantagem nos concorrentes europeus e americanos. Tomaria despreocupado a Sputnik V ("Americanos e europeus querem fabricar vacina Sputnik V, diz Rússia").

Julio Piegat (Araucária, PR)

Voluntário recebe a Sputnik V no começo dos testes da fase 3 da vacina em Moscou, na quinta (10) - Natalia Kolesnikova - 10.set.2020/AFP

Os russos estão dando uma lição de desprendimento para o mundo.

Silvano Nogueira Pacheco (Salvador, BA)


Candidatos negros

Esta cota e a de mulheres são pensamentos belos e grandiosos, porém inócuos e complicadores: falham pela base ("Ativistas temem burla à cota financeira para negros na eleição após decisão às pressas e sem lei"). Política, espírito ou interesse público é vocação —a mais nobre delas, segundo Rubem Alves. Como fazer o certo? Estabelecer cotas dos cargos em confiança existentes nos três Poderes, nos três níveis. Assim, os que querem essa vocação podem treinar, ganhar expertise e decidir se querem ou não candidatar-se, como defende Neiva Rodrigues. É lógico.

Salvy Bosco de Resende (Cuiabá, MT)

*

A emancipação dos negros tem de ser obra dos próprios negros. Quem tem vigiar e cobrar suas cotas são os próprios negros ou querem continuar tutelados pelo resto do milênio? Quem sabe faz a hora, e a hora é agora. Avancem!

José Oliveira (Patos de Minas, MG)


Disparada do arroz

Tudo que pode ser feito dentro das leis de livre mercado, como zerar tarifa de importação seja do produto ou do próprio insumo, deveria ser feito para garantir não só o prato dos brasileiros, mas a própria recuperação econômica como um todo ("Disparada do preço do arroz é resultado de 'tempestade prfeita', diz produtor"). Como a pessoa vai escolher entre comer e comprar uma roupa?

Sérgio Dourado (Belo Horizonte, MG)

"Há anos o produtor vem se endividando e foi abandonando a lavoura porque não sobrava dinheiro no preço que era negociado o arroz." Simples questão de mercado: se não tem competência que não se estabeleça. O mercado é rei, não?

Wagner de Campos Sanz (Goiânia, GO)


Cidade Limpa

E o retrocesso vai se infiltrando, aos poucos, no que ainda nos resta de civilidade. Agora, ameaça destruir a Lei Cidade Limpa e vem justamente pelas mãos de quem deveria zelar pela cidade, no caso, o senhor Eduardo Tuma, vereador e presidente da Câmara. Entre os absurdos que escreveu nesta Folha, chega a dizer que a "cidade pode ganhar esteticamente" com seu projeto vergonhoso ("Lei continuará a vigorar"). Age como se fôssemos uma legião de idiotas, sem memória do que era a cidade antes da lei. Que fase triste de nossa trajetória.

Alex Fabiano Nogueira (São Paulo, SP)


Papa Francisco

Este papa honra o nome sugerido por dom Claudio Hummes. Além de crítico do capitalismo, ecologista e amigo dos pobres e dos animais, proclama que o prazer sexual vem de Deus e os cristãos devem aproveitar ("Prazer sexual é divino e 'vem diretamente de Deus', diz papa Francisco"). Desta vez, surpreendeu os jovens reprimidos, no mundo inteiro, onde a Santa Madre reprimiu o amor.

Tilden José Santiago (Contagem, MG)

Se o prazer sexual é divino por que, então, não abolir o celibato, permitindo dentro da moralidade cristã o casamento entre padres e freiras?

Gerson Araujo (Salvador, BA)


Funcionalismo

Parabéns pela reportagem "Salários vitalícios ainda beneficiam Judiciário e cargos nos estados". Traz luz e maiores esclarecimentos quanto ao custo Brasil. Oh, pátria amada Brasil, tão gentil para alguns (os que recebem de forma vitalícia esses altos salários) e atroz com outros (os pagadores de impostos). A desigualdade, a pobreza extrema, a falta de recurso em educação, saúde etc. são causadas em partes por "reis, barões, príncipes" que recebem, com a maior cara de pau, esses salários.

Rogério Antonio Rezende (Inhumas, GO)

Vamos acabar com a vida de todo mundo. Pobre morre de coronavírus, e funcionário público morre sem salário, ou melhor, sem privilégios. No final, sobra os jornalistas lacaios a reclamar a extinção dos cemitérios para racionalizar o uso do solo urbano.

Luiz Vidal (São Paulo, SP)

*

Mas magistrados condenados por corrupção são aposentados compulsoriamente com direito a todos os direitos (aposentadoria compulsória). É uma vergonha.

Fausto Almeida (Goiânia, GO)


Colunistas

A coluna de Angela Alonso, complementada pela de Fernando Haddad, nos remete à triste situação em que se encontra o país que caminhava para liderar os seus vizinhos na busca pelas verdadeiras democracias.

José Dieguez (São Carlos, SP)

Sérgio Rodrigues brilhou com "Da rede de pesca à rede social". Escreveu um texto magnífico: muito bem escrito, informativo, bem-humorado e culto. Falou da etimologia da palavra "rede", tecendo uma rede de críticas políticas e das redes sociais e ainda indicou dois bons livros. Parabéns.

Francisco José Bedê e Castro (São Paulo, SP)


Demissão no futebol

O futebol continua fazendo de seus treinadores pingue-pongue para justificar os fracassos coletivos ("Tiago Nunes é demitido 1 dia após derrota para Palmeiras", Esporte, 11/9). E continuam (re)contratando os mesmos nomes, ou quase sempre os mesmos, para novas soluções. Funciona apenas como resposta à pressão de torcida, solução paliativa.

Celso Luís Gagliardo (Americana, SP)

Tiago Nunes, que foi demitido do Corinthians - Washington Alves - 12.ago.2020/Reuters

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.