Descrição de chapéu jornalismo

Mergulhe na história da Folha em 100 fatos marcantes do jornal

De 1921 a 2021, veja acontecimentos que influenciaram os rumos da publicação

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Folha completa 100 anos nesta sexta-feira (19).

1921

Fevereiro

1) A Folha da Noite circula pela primeira vez no dia 19. Criado por Olívio Olavo de Olival Costa e Pedro Cunha, o jornal funciona na praça Antônio Prado, entre as esquinas das ruas São Bento e João Brícola, em sala emprestada pelo O Estado de S. Paulo, também responsável por imprimir a edição.

Capa da primeira edição da Folha da Noite, publicada em 19 de fevereiro de 1921
Capa da primeira edição da Folha da Noite, publicada em 19 de fevereiro de 1921 - Folhapress

1924

2) O veículo acostuma-se a conviver com críticas de mandatários, que por vezes escalaram para perseguição. Exemplo disso ocorre quando o presidente Arthur Bernardes proíbe a circulação da Folha da Noite, que classificava seu governo como “um período de trevas”.

1925

3) Nasce mais um jornal do grupo, a Folha da Manhã. Naquele mesmo ano, surge em suas páginas um personagem que faz sucesso ao expressar os anseios da classe média paulistana. Careca, magro, de estatura mediana e usando óculos, Juca Pato é criação de Belmonte.

1929

4) A defesa dos interesses paulistas é um dos princípios que norteiam a Folha da Noite. Quando a quebra da Bolsa de Nova York desencadeia uma grave crise econômica, isso se reflete em textos de apoio ao governo federal, à época comandado por Washington Luís.

1930

5) A empresa é depredada por admiradores de Getúlio Vargas incomodados com as críticas ao presidente. A circulação dos jornais chega a ser interrompida durante dois meses.

1931

6) As Folhas são compradas pelo fazendeiro e comerciante Octaviano Alves de Lima, que vê nos jornais mais que uma oportunidade de negócios: seria um meio para favorecer sua atividade cafeeira.

Octaviano Alves de Lima, que comprou as Folhas em 1931
Octaviano Alves de Lima, que comprou as Folhas em 1931 - Folhapress

1935

7) Em 7 de setembro, Folha da Noite publica, pela primeira vez, tiras de histórias em quadrinhos. O personagem pioneiro é o marinheiro Popeye, de Segar, que passa a ser exclusivo do jornal no Brasil.

1937

8) Com a instauração da ditadura do Estado Novo, o governo Vargas passa a controlar a imprensa por meio de censura prévia, chantagem econômica e pressão política, o que faz rarear o noticiário político nas Folhas até o início da década de 1940.

1943

9) Surge o Folha Informações, serviço telefônico pelo qual era possível obter notícias atualizadas sobre qualquer assunto diretamente de uma equipe de jornalistas destacados para a função. Funciona de forma ininterrupta até 1992.

Jornalistas sentados em mesa circular atendem a telefonemas no serviço Folha Informações. Foto em preto e branco de 1986
Jornalistas trabalham no Folha Informações em foto de 1986 - Jorge Araújo/Folhapress

1944

10) A Folha da Noite fortalece seu trabalho durante a Segunda Guerra Mundial. É o 1º jornal paulistano a noticiar a invasão dos Aliados à Europa nazista (conhecido como Dia D), graças a uma edição extra produzida na madrugada.

1945

Janeiro

11) Charges de Belmonte, retratando Hitler e Mussolini, têm repercussão internacional. Joseph Goebbels, ministro da Propaganda nazista, chegou a se irritar com elas.

Março

12) A empresa é novamente vendida. Assumem o controle Alcides Ribeiro Meirelles, Clóvis Queiroga e José Nabantino Ramos.

Julho

13) Uma paixão entre dois grandes nomes da cultura brasileira ganha as páginas do jornal. Jorge Amado declara seu amor por Zélia Gattai em sua coluna na Folha da Manhã.

1948

14) Surge a seção No Mundo da Ciência, de autoria de José Reis. A estrutura de materiais, o funcionamento do microscópio, a vida dos microorganismos e os perigos da poluição são alguns dos temas abordados por este embrião da editoria de Ciência (lançada como caderno no ano 2000).

15) A empresa lança o “Programa de Ação das Folhas”. Para dissociar a Redação de ligações partidárias e profissionalizar o jornalismo, são instituídos prêmios por desempenho, contratações por concursos, avaliação interna, controle de erros de informação e reuniões mensais para discutir metas e problemas.

1949

Julho

16) Surge mais uma publicação do grupo: a Folha da Tarde, anunciada como um jornal leve, moderno e local.

1953

17) Todos os departamentos se reúnem no endereço em que se encontram até hoje: entre a rua Barão de Campinas e a alameda Barão de Limeira. Antes, também passou por imóveis nas ruas São Bento, Boa Vista, do Carmo (hoje chamada de Roberto Simonsen) e na alameda Cleveland.

1955

18) Nas chamadas campanhas cívicas, repórteres e fotógrafos passam a percorrer as cidades em jipes, à procura dos principais problemas. Publicadas pelos três jornais, dão à marca Folha um aspecto destemido, associando-a às grandes causas do país.

1958

19) Circula pela primeira vez a Folha Ilustrada, que em sua origem não aborda o jornalismo cultural, mas reúne o noticiário mais leve, declaradamente voltado às mulheres. A vida das estrelas de cinema, a criação de filhos, os casamentos e as resenhas de livros dominam o suplemento.

1959

20) As páginas da Folha da Manhã estampam pela primeira vez uma história do cachorro Bidu. É o início da longeva e bem-sucedida carreira de Mauricio de Sousa nos quadrinhos.

Algumas das primeiras tirinhas do Bidu, personagem de Mauricio de Sousa. Bidu, o cachorrinho azul criado por Mauricio de Sousa, apareceu pela primeira vez em 1959, nas páginas da Folha. Para comemorar o aniversário de quatro anos do personagem, a "Folhinha" republicou as primeiras tirinhas de Bidu na edição de 29 de dezembro de 1963. Reprodução da página de 29/12/1963, que reproduziu as primeiras tirinhas.
Algumas das primeiras tirinhas do Bidu, personagem de Mauricio de Sousa - Reprodução

1960

21) Ocorre a unificação dos nomes da Folha da Manhã, Folha da Tarde e Folha da Noite sob Folha de S.Paulo. As três edições diárias ainda circulam até 1962. O slogan "Um jornal a serviço do Brasil" é lançado nesse meio tempo, em 1961.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.