EUA consideram Huawei 'muito próxima' do governo chinês, diz secretário de Defesa

Afirmação surge após EUA criar 'lista suja' de empresas chinesas com as quais as instituições americanas não podem negociar

Singapura | AFP

A gigante chinesa das telecomunicações Huawei é "muito próxima" do governo chinês e por isto não é possível confiar na empresa, afirmou neste sábado (1º) o secretário de Defesa dos Estados Unidos, Patrick Shanahan.

"Quando vejo esta situação, ela é muito arriscada. Não posso acreditar que estas redes (de troca de dados) estejam protegidas", declarou Shanahan durante uma conferência de segurança regional em Cingapura.

Estande da Huawei em convenção em Bangkok, na Tailândia - Jorge Silva/Reuters

Em meados de maio, Washington incluiu a Huawei em uma lista de empresas com as quais as instituições americanas não podem fazer negócios.

De acordo com o governo de Donald Trump, o serviço de inteligência chinês poderia utilizar os equipamentos de telecomunicações da Huawei para espionar as comunicações de outros países.

O fundador da Huawei, Ren Zhengfei, foi militar do exército chinês.

Em resposta às sanções americanas, o governo chinês afirmou que vai criar sua própria lista suja de empresas estrangeiras não confiáveis. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (31) pelo ministério do Comércio, em plena rivalidade comercial e tecnológica com os Estados Unidos.

As ofensivas da administração Trump contra a Huawei fazem parte da guerra comercial entre os dois países, que se intensificou no último mês. Trump, inclusive, admitiu que a companhia pode ser uma moeda de troca em um possível acordo. 

Após anunciar a proibição de importações da companhia chinesa, o governo americano adiou a medida em três meses.

A Huawei é a número dois no mundo em smartphones e líder da tecnologia 5G (a quinta geração de tecnologia móvel). Segundo a companhia, eles teriam uma vantagem de dois anos frente à concorrência na tecnologia 5G. 

A empresa depende dos chips eletrônicos de fabricação americana para equipar seus smartphones e pode ser gravemente afetada com o corte de suprimentos.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.