Mais lembrada entre os paulistanos, 5àsec aposta em serviços para além do lava e seca

A 5àsec foi a empresa mais citada na categoria "Lavanderia" por paulistanos das classes A e B ouvidos pelo Datafolha. A marca teve 24% das menções.

Lavar roupa suja fora de casa representa, na ponta do lápis, uma economia de 35%. Essa é a conta que Fábio Roth, 42, CEO da 5àsec, usa para justificar sua escolha no dia a dia e o sucesso do serviço de lavanderia que comanda no país.

A rede francesa foi eleita a melhor da cidade de São Paulo por 24% dos entrevistados das classes A e B ouvidos pelo Datafolha —67% não opinaram ou não souberam responder. Isso representa cinco pontos percentuais em relação à pesquisa realizada no ano passado, quando também venceu, com 19%.

Visando atender a uma mudança de costumes da clientela paulistana, a rede tem dado maior ênfase a serviços agregados que vão além do simples lava e seca. Entre eles, estão a revitalização de cores, a recuperação de tecidos, a impermeabilização de vestimentas e a limpeza de calçados e acessórios.

A procura por tais serviços representa atualmente 5% do faturamento total da operação brasileira da 5àsec, segundo o executivo. Em nível mundial, já responde por 15% "e vem crescendo".

"Não está sobrando dinheiro para ninguém, então as pessoas têm valorizado o que já têm. Muita gente prefere pagar um pouco mais em serviços de recuperação e cuidado do que comprar roupas e utensílios novos."

Outra iniciativa em desenvolvimento na capital paulista é a prestação de serviços para condomínios, como já ocorre em prédios residenciais em bairros como Moema e Morumbi, na zona sul —essa região concentra o maior número de lojas na cidade (77), mas a empresa obteve mais menções no centro (32%) e na zona oeste (30%). A 5àsec monta pontos de coleta para levar roupas de clientes. "É como se fosse uma lojinha dentro do condomínio. É uma tendência", diz o gestor nascido em Cruz Alta, no Rio Grande do Sul.

No Brasil desde 1994, a marca tem 143 unidades franqueadas na capital paulista. No país, são 426, o que o torna líder em número de lojas e em faturamento entre os 43 países em que a rede atua.

Após queda no número de franquias abertas em 2016, a marca projeta crescimento em 2017. O plano é chegar ao fim do ano com 30 novas lojas no Brasil. No primeiro trimestre, cinco foram inauguradas em São Paulo.

*

5àsec
Fundação: 1968, na França (no Brasil desde 1994)
Unidades: 426 (143 delas na capital paulista)
Curiosidade: 1.250 calças jeans por mês são lavadas pela 5àsec
5asec.com.br

*

Fábio Roth, CEO da 5àsec no Brasil

Houve alguma mudança de comportamento de clientes da lavanderia?
Antes era comum as pessoas irem trabalhar com roupas sociais. Hoje, há ambientes mais informais. Então, as nossas lojas têm recebido muitos jeans, camisa pólo E também tênis e acessórios. E o pessoal tem deixado acumular mais peças para trazer para lavar.

Publicidade
Publicidade
  1. 28/05/2017
    1. Ipiranga é citado como melhor posto de gasolina de São Paulo, mostra pesquisa Datafolha

      Qual é o posto de gasolina preferido do paulistano? Essa nem o matuto Batata, com seu cesto de palha, saberia responder de supetão. Mas o famoso personagem, que dá a mesma resposta a todos os problemas, acertaria se mantivesse sua réplica habitual: Posto Ipiranga.

    2. Cobasi é a pet shop preferida dos paulistanos, diz pesquisa Datafolha

      Um mural do artista Eduardo Kobra ocupa toda a parte superior de uma parede na loja da Cobasi da marginal Tietê. A pintura, que representa floresta, cachoeiras e o mar ao fundo, combina com o jardim de inverno, com fonte de água e carpas, na entrada do imóvel.

    3. Sem Parar é citado como melhor pedágio eletrônico por 23% dos paulistanos, aponta Datafolha

      Em uma cidade com 8,4 milhões de veículos, é difícil não topar em algum momento com o Sem Parar. Presente em todas as estradas do Estado, em shoppings, hospitais e aeroportos, a empresa venceu pelo terceiro ano a categoria melhor pedágio eletrônico (23%).

    4. Quatro varejistas dividem a preferência dos paulistanos como melhor loja de departamento

      Elas expandem suas lojas em ritmo acelerado, investem cada vez mais no mundo digital e inovam para acompanhar o consumidor na velocidade da internet. Quatro das maiores varejistas do país —Renner, Lojas Americanas, C&A e Casas Bahia— têm mais um ponto em comum: foram escolhidas como as melhores lojas de departamento de São Paulo.

    5. Leroy Merlin e C&C investem no comércio eletrônico e se dividem no gosto dos paulistanos

      O mundo digital está cada vez mais concreto, pelo menos nas grandes redes de material de construção. De olho no consumidor que compra pela internet, C&C e Leroy Merlin investem pesado em suas plataformas de e-commerce. Inovações e proximidade do cliente que refletiram na pesquisa Datafolha: as duas empataram com 21% (Leroy Merlin) e 20% (C&C) das menções.

    6. Três publicitários elegem cinco pontos de São Paulo para campanhas; confira

      Como o mais importante polo de publicidade e propaganda da América do Sul, São Paulo reflete a diversidade de um país de proporções continentais, onde convivem diferentes gostos, costumes e manifestações multiculturais.

    7. Para design e decoração, paulistanos elegem Tok&Stok como melhor opção entre lojas

      Mobiliar e decorar uma casa, até o fim dos anos 1970, não era tarefa fácil. Se você gostava de uma cadeira, mas não queria a mesa de jantar "combinando", uma pena —ou levava o jogo todo, ou não levava nada. Além disso, era preciso esperar semanas, ou até meses, para os móveis serem entregues em casa.

    8. Ri Happy é a loja infantil mais citada por paulistanos em pesquisa Datafolha

      Visitar uma loja de brinquedos é uma experiência e tanto: uma profusão de cheiros e cores que desperta a curiosidade, e dá-lhe vasculhar estantes, do chão ao teto, ainda que só para brincar de brincar.

    9. Cenário de crise favorece reposicionamento das marcas

      O levantamento de 2017 sobre os melhores serviços da cidade de São Paulo, feito pelo Datafolha, revela mudanças no quadro de avaliação das marcas que dominam o imaginário do consumidor. Em movimento oposto às tendências do ano passado, a taxa de entrevistados que alegam desconhecimento cai expressivamente nas categorias que possibilitam comparação com as tomadas anteriores.

    10. Mesmo em tempos de crise, setor de serviços cresce em São Paulo e amplia opções

      Um dos grandes compositores brasileiros, autor de canções como "Tereza da Praia", o paraense Billy Blanco (1924-2011) lançou em 1974 "Sinfonia Paulistana", com 14 músicas em homenagem à cidade. Entre elas, estava "Amanhecendo", do célebre refrão "Vambora, vambora, olha a hora".

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
Publicidade