Restaurantes Fasano e Dalva e Dito, em São Paulo, perdem estrela Michelin

Brasil continua sem ter representante com a classificação máxima, de cozinha excepcional

O restaurante Fasano, que deixou a lista de estrelados do Michelin - Kiko Ferrite - 11.jun.2011/Folhapress
Marília Miragaia
São Paulo

​Um dos guias de gastronomia e hotéis mais famosos do mundo, o francês Michelin, anunciou nesta segunda (6) sua edição 2019 no Brasil.

Conhecida pela capa vermelha, a publicação ganhou três novos restaurantes com uma estrela, o paulistano Evvai e os cariocas Cipriani e Oteque. Não houve novidade na categoria duas estrelas e o país segue sem ter um esperado representante com a classificação máxima, três. Além disso, os restaurantes Fasano e Dalva e Dito, em São Paulo, deixaram a lista, que reúne 18 endereços estrelados no total —três com duas estrelas e 15 com uma.

Já a categoria Bib Gourmand, que elege estabelecimentos de “excelente relação qualidade/preço”, lista 32 opções. Estrearam aqui A Baianeira, Balaio IMS, Barú Marisqueria, Corrutela e Komah, em São Paulo. No Rio, foram as casas Lilia e Pici Trattoria.

Em 2018, o destaque ficou com os restaurantes Tuju, do chef Ivan Ralston, e Oro, do chef Felipe Bronze, que receberam a segunda estrela —e igualaram-se ao D.O.M., de Alex Atala.

Para fazer a avaliação, os inspetores do guia visitam anonimamente as casas, avaliando receitas com base em cinco critérios. São eles: qualidade do ingrediente, personalidade da cozinha, técnicas de cozimento e harmonia de sabores, custo-benefício e regularidade.

As cotações podem ser três estrelas (cozinha excepcional), duas estrelas (excelente) e uma estrela (requintada). Além disso, os endereços também podem ser destacados como Bib Gourmand (excelente relação qualidade/preço) e o Prato Michelin (cozinhas de qualidade a preços moderados).

O guia foi criado pelos irmãos Edouard e André Michelin em 1900, na França, com informações de onde abastecer e consertar o carro, onde comer e se hospedar. A edição brasileira é a primeira da América do Sul.

Além da publicação e do site, a lista de casas premiadas pode ser consultada em um aplicativo (compatível com IOS e Android).

Destaques no Brasil

Duas estrelas
D.O.M. (SP)
Oro (RJ)
Tuju  (SP)

Uma estrela
Cipriani (RJ) - novo
Evvai  (SP)  - novo  
Oteque (RJ)  - novo 
Huto (SP) 
Jun Sakamoto (SP) 
Kan Suke  (SP) 
Kinoshita  (SP) 
Kosushi  (SP) 
Lasai (RJ)
Maní  (SP) 
Mee (RJ)
Olympe (RJ)
Picchi  (SP) 
Ryo  (SP) 
Tangará Jean-Georges  (SP)

Perderam a estrela
Dalva e Dito
Fasano

Bib Gourmand (bom e barato)
A Baianeira  (SP) 
Balaio IMS  (SP) 
Barú Marisqueria  (SP) 
Corrutela  (SP) 
Komah  (SP) 
Lilia (RJ)
Pici Trattoria (RJ)

Também integram essa categoria endereços como A Casa do Porco (SP) , Artigiano (RJ), Arturito  (SP) , Jiquitaia  (SP), La Peruana Cevicheria (SP), Manioca (SP) , Miam Miam (RJ), Mocotó e Pomodorino (RJ)

Colaborou Marina Consiglio

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.