Dividindo prateleiras, Vigor tem queijo ralado para todos os bolsos

MELHOR QUEIJO PARMESÃO - 15% (Faixa Azul) | 14% (Vigor)

Adriano Vizoni/Folhapress
São Paulo, SP, Brasil, 23-05-2016: Frida e Mina Sorveteria (foto Roberto Seba/Folhapress) ***EXCLUSIVO REVISTA***

Dois queijos mineiros são produzidos na mesma fábrica mas, aos seis meses, seguem caminhos separados: um, o Vigor, é enviado para venda, enquanto o outro, Faixa Azul, fica mais um semestre em maturação.

As duas marcas, posicionadas quase sempre lado a lado nos supermercados, também são do mesmo dono, a Vigor, mas seguem processos de produção diferentes na fábrica em São Gonçalo do Sapucaí (MG).

"O Faixa Azul recebe ingredientes mais nobres e fica até 12 meses em maturação, contra seis meses do Vigor", explica Anne Karine Napoli, diretora de marketing da Vigor. A produção do Faixa Azul é feita de modo mais artesanal. "Os queijos são virados um a um, todos os dias, para que a maturação ocorra por igual", prossegue.

Napoli conta que a faixa azul é pintada no queijo somente quando ele está pronto para o consumo. O resultado desse processo é um produto de sabor mais marcante e
persistente, mais adocicado e ácido que a média dos queijos ralados do mercado. E também mais caro: o Faixa chega a custar o dobro do Vigor em alguns supermercados.

"De acordo com a lei, para ser chamado de parmesão, o queijo precisa ficar ao menos seis meses secando", conta Silmara Figueiredo, consultora de marketing da ABIQ (Associação Brasileira da Indústria de Queijos).

"O parmesão é o queijo mais seco que existe. Quanto mais tempo de maturação, mais ficam concentrados os ingredientes do leite, como o cálcio", prossegue Figueiredo.

De acordo com a Vigor, o Faixa foi o primeiro parmesão a ser fabricado no Brasil, a partir de 1940, seguindo a receita italiana.

"Como há muitas pessoas de origem italiana em São Paulo e no Sul do país, o consumo de queijo é mais forte nessas duas regiões", conta Napoli.

Mesmo com a crise, as vendas de queijos vivem uma alta no país nos últimos cinco anos. Os queijos ralados da Vigor tiveram crescimento de 11% em faturamento em 2015, na comparação com 2014.

Segundo estimativa da ABIQ, foram produzidos 23.500 toneladas de queijo ralado em todo o país no ano passado.

*


Produção: Aline Prado (S.H.E.E. Image Makers)


Locação: Madame Aubergine cozinha & cultura. www.madameaubergine.com.br. Rua Carla, 25 - Itaim Bibi, tel.3168-7389


Agradecimentos: Marisa Furtado, Pão de Açucar, Tramontina e Camicado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade