Saltar para o conteúdo principal
 
22/11/2017 - 09h01

Procurador de São Paulo conta história do PCC em livro

da Livraria da Folha

Divulgação
Promotor que atuou no combate ao PCC nos anos 2000 conta a história da facção criminosa
Promotor que atuou no combate ao PCC, como integrante do Gaeco nos anos 2000, conta a história da facção criminosa

Em "Laços de Sangue", o procurador de Justiça Marcio Sergio Christino, do Ministério Público de São Paulo, conta a história do PCC.

Publicado pela editora Matrix, o livro foi escrito em parceria com o jornalista Claudio Tognolli.

Gerado por oito detentos dentro do sistema penitenciário, na Casa de Custódia de Taubaté, no estado de São Paulo, o Primeiro Comando da Capital tornou-se uma entidade responsável por crimes como rebeliões, assaltos, sequestros, assassinatos, narcotráfico, entre outros.

Uma das informações mais surpreendentes do livro é a de que Marco Camacho, o Marcola, principal chefe do grupo atualmente, foi informante da polícia e traidor de seus comparsas.

A apresentação do livro é assinada pelo delegado Ruy Ferraz Fontes, atual diretor do Denarc (narcóticos), e um dos maiores conhecedores do PCC no país.

Marcio Sergio Christino atuou no combate ao PCC nos anos 2000, como integrante do Gaeco (grupo especial da Promotoria de combate ao crime organizado).

Claudio Tognolli é autor de livros como "Assassinato de Reputações", "Assassinato de Reputações II" e "50 Anos a Mil".

*

LAÇOS DE SANGUE
AUTORES Marcio Sergio Christino e Claudio Tognolli
EDITORA Matrix
QUANTO R$ 38,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página