Saltar para o conteúdo principal
 
05/02/2014 - 09h20

Leia trecho de 'O Reizinho da Casa', um manual para pais

da Livraria da Folha

Com o subtítulo "Manual para Pais de Crianças Opositivas, Desafiadoras e Desobedientes", o livro "O Reizinho da Casa", escrito por Gustavo Teixeira, reúne técnicas para lidar com comportamentos problemáticos de crianças e adolescentes.

Teixeira é graduado pela South High School, mestre em educação pela Framingham State University e membro da American Academy of Child and Adolescent Psychiatry. Ele também assina "Manual Antibullying", "Desatentos e Hiperativos" e "Manual dos Transtornos Escolares".

Abaixo, leia um trecho de "O Reizinho da Casa".

*

TRANSTORNO DESAFIADOR OPOSITIVO

Divulgação
Teixeira oferece técnicas para ajudar a lidar com comportamentos problemáticos
Teixeira oferece técnicas para lidar com comportamentos problemáticos

Dezembro de 2002, sábado de sol forte no Rio de Janeiro, 2 horas da tarde. Eu me preparava para pegar uma praia - a turma de amigos já me aguardava no tradicional Posto 8 de Ipanema - quando recebi um telefonema do serviço de emergência no qual trabalhava. Perguntavam se eu estaria disponível para um atendimento na cidade de Niterói.

- Mas é claro, Zé Antonio! Qual é o caso?

Um pai de família havia ligado desesperado, dizendo que o filho estava agressivo, nervoso e se recusando a ir para a aula de reforço escolar, ameaçando bater na mãe e na avó. Bem, mudança de planos... e ao trabalho. Rápida troca de roupas, e em alguns minutos estava dirigindo pela ponte Rio-Niterói. Momentos depois eu adentrava a residência, onde um pai angustiado solicitava minha ajuda. O relato do pai de Ricardo era que o filho frequentemente desafiava e se opunha à sua autoridade, apresentava-se agressivo, discutia, não aceitava regras familiares e tinha um desempenho escolar ruim, pois se recusava a realizar deveres ou a copiar do quadro-negro.

Ao entrar na residência, os pais me conduziram por um corredor que levava à sala de estar. Ali, eu esperava encontrar um adolescente forte e raivoso, talvez adepto do fisiculturismo, praticante de artes marciais, pronto para brigar com qualquer pessoa que cruzasse seu caminho; entretanto, para minha surpresa, deparei-me com ele: o reizinho da casa! Tratava-se de um garoto com apenas 8 anos de idade, 1,40 metro de altura, gorducho, sentado na única poltrona da sala, em frente à televisão, com um grande pacote de biscoitos. Ele gritava com todos:

- Quero mais biscoito! Agora! Agora, pô!

Foi prontamente atendido pela avó.

Parecia que algo realmente disfuncional estava ocorrendo naquela família; o garoto parecia um "reizinho sentado no trono", delegando ordens e realizando exigências a todos da casa. Ele realmente dominava os pais, era o "dono do pedaço"!

Eu estava diante de um quadro clínico comum nos consultórios médicos de psiquiatria infantil, um caso clássico de transtorno desafiador opositivo. Como poderia uma criança daquela idade desafiar, manipular e mandar nos próprios pais?

O transtorno desafiador opositivo é uma condição comportamental comum entre crianças de idade escolar e pode ser definido como um padrão persistente de comportamentos negativistas, hostis, desafiadores e desobedientes observado nas interações sociais da criança com adultos e figuras de autoridade de uma forma geral, como pais, tios, avós e professores, podendo estar presente também em seus relacionamentos com amigos e colegas de escola. Esse transtorno pode estar relacionado com outras condições comportamentais e frequentemente precede o desenvolvimento do transtorno de conduta, uso abusivo de drogas e comportamento delinquencial.

As principais características do transtorno desafiador opositivo são perda frequente da paciência, discussões com adultos, desafio, recusa a obedecer a solicitações ou regras, perturbação e implicância com as pessoas, que podem ser responsabilizadas pela criança e pelos seus erros ou mau comportamento. Ela se aborrece com facilidade e em geral se mostra enraivecida, agressiva, irritada, ressentida e vingativa. São crianças que apresentam uma dificuldade no controle do temperamento e das emoções, uma teimosia persistente; elas são resistentes a ordens e parecem estar testando os limites dos pais a todo momento.

Os sintomas aparecem em vários ambientes, mas é na sala de aula e em casa que estes podem ser mais bem-observados. Tais sintomas devem causar prejuízo significativo na vida social, acadêmica e ocupacional da criança. É importante observar que no transtorno desafiador opositivo não há sérias violações de normas sociais ou direitos básicos alheios, como ocorre no transtorno de conduta.

[...]

*

O REIZINHO DA CASA
AUTOR Gustavo Teixeira
EDITORA Best Seller
QUANTO R$ 19,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

 
Voltar ao topo da página