Saltar para o conteúdo principal
 
06/06/2015 - 09h30

Relembre a carreira de Maysa

da Livraria da Folha

Maysa Figueira Monjardim nasceu em 6 de junho de 1936. Maysa tornou-se, em pouco mais de um ano, a mais famosa intérprete e compositora do Brasil. A cantora morreu no dia 22 de janeiro de 1977, em acidente na ponte Rio-Niterói, dirigindo sua Brasília azul.

Folha Imagem
Maysa morreu em 22 de janeiro de 1977, em uma acidente de carro na ponte Rio-Niterói
Maysa morreu em 22 de janeiro de 1977, em uma acidente de carro na ponte Rio-Niterói

Publicada em 2007, nos 30 anos de sua morte, a biografia "Maysa: Só numa Multidão de Amores", escrita pelo jornalista Lira Neto, é o resultado de 200 entrevistas, com pessoas que conviveram direta ou indiretamente com ela, desde colegas e professoras de escola a ex-namorados, músicos, cantores, compositores, empresários, amigos e parentes.

Segundo o autor, "quem se debruçar sobre a coleção de jornais do Rio de Janeiro e de São Paulo naquele ano de 1958 vai chegar a uma assombrosa constatação: entre 1° de janeiro e 31 de dezembro não houve um único dia –e isso, acredite-se, não é força de expressão– em que Maysa não tenha sido notícia em pelo menos um órgão da imprensa carioca ou paulista".

Do diretor Jayme Monjardim, filho único da cantora, "Maysa" apresenta fotos, poemas que ela escreveu, letras das canções mais famosas, trechos de diários, entrevistas e relatos em cadernos, blocos, cartas e papéis avulsos.

Google Plus - Logo

"Maysa: Quando Fala o Coração traz a minissérie da Globo e um disco exclusivo com extras. Nele, algumas inéditas da artista, como cenas do seu casamento com André Matarazzo, cenas de alguns shows internacionais e uma entrevista.

Sua performance pode ser revistas em "Maysa - Intensa Emoção". O DVD sucessos como "Ouça", "Meu Mundo Caiu", "Resposta", "Chão de Estrelas", "Preciso Aprender a Ser Só", "Por Causa de Você" e "Nós".

Texto baseado em informações fornecidas pela editora/distribuidora da obra.

-

 
Voltar ao topo da página