Saltar para o conteúdo principal
 
28/11/2011 - 15h00

Sexóloga mostra como achar o ponto G em "Prazer em Conhecer"

da Livraria da Folha

Reprodução
Repleto de explicações e dicas, livro ensina leitor a viver intensamente
Repleto de dicas, livro ensina leitor a viver intensamente

Afinal, você sabe ou não onde fica o misterioso ponto G? Em "Prazer em Conhecer", a sexóloga Débora Pádua, busca mostrar para todo o público o caminho certeiro para esse local que também pode ser chamado de "felicidade".

Com um texto leve, divertido e sensual, a autora conversa sobre o pênis, vagina (o ponto G), da relação sexual, inovações e tira todas as dúvidas que você ainda possa ter sobre sexo.

Leia a seguir trechos das explicações dadas pela autora para alcançar da tão falada ejaculação feminina.

*

Dicas

A primeira é que você esteja acompanhada de seu parceiro para tentar descobrir seu ponto G, pois será muito mais fácil do que tentar sozinha.

É muito mais fácil e perceptível achar o tal ponto G quando estiver excitada, já que, segundo Grafenberg, ele fica mais dilatado, parecendo estar circundado de tecido erétil como os corpos cavernosos do pênis masculino.

Seu parceiro deve introduzir o dedo cerca de 4 a 5 centímetros dentro no canal vaginal e, em seguida, estimular a região anterior com toques de pequenas e médias pressões. Para ser mais exata, tente imaginar um relógio dentro do canal e seu parceiro tentará apertar a área correspondente ao que seria entre 11 e 1 hora.

Lembre-se de que beijos, apertos e carícias não podem faltar neste momento. Outra forma de causar estímulos é a mulher em uma posição por cima do homem, assim causará mais atrito, ou também poderá ficar por baixo do homem com as pernas estendidas e fechadas para provocar um atrito maior ainda.

Quem não tem ou não quer a ajuda de um parceiro nessa prazerosa aventura pode contar com os estimuladores de ponto G vendidos nas butiques eróticas.

Algumas mulheres compram o acessório, mas acabam utilizando-o de forma errada. Caso você adquira um estimulador comprido, certifique-se de que não seja introduzido até o final do canal vaginal. Se pensarmos na anatomia feminina, lembramos que ao final do canal, para parte anterior, fica a bexiga. Assim, podemos prever que a estimulação nesse local vai servir para provocar vontade de urinar, caso a bexiga esteja cheia.

*

Mais SEXO

Divulgação
Abuse da sedução para fazer o seu negócio crescer rapidamente
Abuse da sedução para fazer o seu negócio crescer rapidamente
Divulgação
Depoimentos de mais de mil mulheres revelam poder do sexo
Depoimentos de mais de mil mulheres revelam poder do sexo
Divulgação
50 perguntas revelam desejos amorosos e sexuais de internautas
50 perguntas revelam desejos amorosos e sexuais de internautas
 
Voltar ao topo da página