Saltar para o conteúdo principal
 
18/12/2011 - 16h00

Lucro, prazer e prestígio são as três bases da violência, diz especialista

da Livraria da Folha

De acordo com o cientista político especializado em conflitos Xavier Crettiez, o processo de adesão racional à violência tem como principais forças motoras a busca por algum benefício, o prazer e o aumento da autoestima.

Reprodução
Autor explica o funcionamento da violência na atualidade
Autor explica funcionamento da violência na contemporaneidade

No volume "As Formas da Violência", o intelectual explica --com linguagem simples-- qual a origem social, como se manifesta e de que maneira governos, dissidentes e terroristas fazem uso da violência na luta por controle.

Leia trecho de "Folha Explica: Violência Urbana"
Siga a Livraria da Folha no Twitter
Visite nossa página no Facebook

Crettiez também analisa o efeito da midiatização e da tecnologização da violência e o funcionamento das guerras no século 21, além de fenômenos como as ditaduras, os estupros em massa e as torturas.

Entre os capítulos da obra estão "Os Processos de Adesão à Violência", "Violências Sociais e Violência de Estado: As Lógicas da Violência na Democracia", "Violências de Massa e de Terrorização: Reflexões Sobre as Violências Extremas" e "As Metamorfoses da Violência".

*

"As Formas da Violência"
Autor: Xavier Crettiez
Editora: Loyola
Páginas: 148
Quanto: R$ 27,90 (preço promocional, por tempo limitado)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

Veja também...

Divulgação
Livro apresenta os patamares da violência urbana no Brasil
Especialistas examinam as características da violência
Reprodução
Livro compila conhecimentos sobre a situação da mulher no mundo
Livro compila conhecimentos sobre a situação da mulher no mundo
Divulgação
Birman também publicou "Gramáticas do Erotismo"
Escritor Joel Birman ensaia sobre a agressividade e a violência
 
Voltar ao topo da página