Saltar para o conteúdo principal
 
17/07/2017 - 09h01

Filósofo francês destaca lado positivo da crise

da Livraria da Folha

Divulgação
Filósofo francês aponta transformações ocorridas no mundo nos últimos anos, sobretudo após a Segunda Guerra Mundial
Filósofo francês aponta transformações ocorridas no mundo nos últimos anos, sobretudo após a Segunda Guerra Mundial

O filósofo francês Michel Serres faz uma análise das transformações mundiais ocorridas no século 20 e reflete sobre as consequências da crise econômica no livro "Tempo de Crise", publicado pela Bertrand Brasil.

O autor propõe uma maneira diferente de encarar a crise, para além dos desastres financeiros e econômicos que perturbam o mundo desde 2008 e aponta as mudanças decisivas pelas quais a sociedade ocidental passou na agricultura, nos transportes, na saúde, nas relações entre os homens.

No livro, ele argumenta que devido a essas alterações a crise não afeta apenas o mercado financeiro, o trabalho e a indústria, mas o conjunto da sociedade.

Serres destaca que é preciso "inventar o novo" e que as palavras "retomada" ou "reforma" já não fazem mais sentido, sendo necessário repensar dinâmicas culturais, sociais e políticas.

Nascido na França em 1930, Michel Serres é professor da Universidade de Stanford e membro da Academia Francesa de Letras. Autor de vários ensaios filosóficos e de história das ciências, é um dos raros filósofos contemporâneos a propor uma visão aberta e otimista do mundo.

Já publicou no Brasil, livros como "Notícias do Mundo", "O Mal Limpo", "Narrativas do Humanismo", "A Guerra Mundial", "Polegarzinha", entre outros.

*

TEMPO DE CRISE
AUTOR Michel Serres
EDITORA Bertrand Brasil
QUANTO R$ 6,90 (preço promocional*)

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques.

-

 
Voltar ao topo da página