Saltar para o conteúdo principal
 
24/04/2015 - 09h20

Conheça o historiador Sérgio Buarque de Holanda

da Livraria da Folha

O historiador Sérgio Buarque de Holanda morreu em 24 de abril de 1982, em São Paulo. Autor do polêmico conceito de "cordialidade" do brasileiro, o intelectual exerceu influência em uma geração de acadêmicos.

Hoje, seus textos ainda oferecem subsídios para debate. Escolhido por Bernardo Ricupero, doutor em ciência política e professor da USP (Universidade de São Paulo), para explicar as várias interpretações do Brasil.

Divulgação
Segundo volume traz de ensaios que abarcam o período de 1950 a 1979
No segundo volume, o leitor encontra escritos de 1950 a 1979
Divulgação
Organizado pelo historiador Mario Costa, a obra apresenta inéditos
Organizado pelo historiador Marcos Costa, a obra apresenta inéditos

Em 2011, a editora Unesp em parceria com a Fundação Perseu Abramo lançam duas coletânea de textos, organizados pelo historiador Marcos Costa, de Sérgio Buarque de Holanda.

Os "Escritos Coligidos" apresentam artigos, alguns ainda inéditos, publicados no Brasil e no exterior. Outros escritos são as primeiras versões que posteriormente seriam incluídos em "Raízes do Brasil", sua obra-prima e um clássico da historiografia nacional.

O primeiro volume traz textos escritos entre 1920 e 1949. No segundo, uma compilação de ensaios que abarcam o período de 1950 a 1979.

-

 
Voltar ao topo da página