Saltar para o conteúdo principal
 
27/08/2013 - 15h23

'A Rosa Branca' resgata história dos estudantes que enfrentaram Hitler

da Livraria da Folha

Em 1942, os moradores das cidades do sul da Alemanha e da Áustria encontraram panfletos contra Hitler em suas caixas de correio. Era o início da Rosa Branca, movimento antinazista alemão composto por estudantes universitários.

Divulgação
Os irmãos da autora foram capturados e condenados à morte em 1943
Os irmãos da autora foram condenados à morte em 1943

Os irmãos Hans e Sophie Scholl, Alexander Schmorell, Willi Graf, Kurt Huber e Christoph Probst eram os principais membros do grupo. Por meio da redação e distribuição dos textos, jovens entre 21 e 25 anos criticavam a política do Terceiro Reich.

Eles foram presos pela Gestapo em 1943 e condenados à morte. Cópias do último panfleto da Rosa Branca foram lançadas por aviões Aliados sobre as cidades alemãs. Hoje, um monumento em Munique lembra a coragem desses estudantes.

Publicado pela primeira vez no Brasil com o apoio do Goethe-Institut, o livro "A Rosa Branca" narra a trajetória do movimento por meio de memórias familiares, transcrição dos folhetos originais e testemunhos.

O título, que chegou aos cinemas em 1982 pelas mãos de Michael Verhoeven, é assinado por Inge Scholl, irmã de Hans e Sophie. A edição traz apresentação de Juliana P. Perez e Tinka Reichmann, da USP (Universidade de São Paulo), e posfácio do historiador alemão Rainer Hudemann.

*

"A Rosa Branca"
Autor: Inge Scholl
Editora: Editora 34
Páginas: 272
Quanto: R$ 38,90 (preço promocional*)
Onde comprar: pelo telefone 0800-140090 ou pelo site da Livraria da Folha

* Atenção: Preço válido por tempo limitado ou enquanto durarem os estoques. Não cumulativo com outras promoções da Livraria da Folha. Em caso de alteração, prevalece o valor apresentado na página do produto.

Texto baseado em informações fornecidas pela editora/distribuidora da obra.

 
Voltar ao topo da página