Publicidade
Publicidade
Publicidade

Últimas

  1. A advogada Rejane Wagner, 37, em São Paulo

    Crise e redução de vagas obrigam concurseiros a rever estratégia

    Estados endividados, atrasos nos salários de servidores e promessas de desinchar órgãos públicos acenderam o alerta para concurseiros.

  2. Bárbara Lourenço passou a omitir dados no currículo após saber que 'tinha qualificações demais para a vaga em um momento de crise'

    Rebaixar o currículo: a 'tática' para obter emprego que floresce na crise

    Após conseguir emprego como analista de processos operacionais em uma firma de tecnologia da informação, Bárbara Lourenço passou por uma situação inusitada.

  3. A administradora Vera Fernandes, 50, especialista em RH, em seu escritório, em SP

    Empresas abrem espaço para ascensão de quem 'foge' de cargos de chefia

    Se até outro dia um funcionário pouco interessado em virar chefe era tido como acomodado, hoje as empresas já abrem novos caminhos para a ascensão de quem prefere se manter em cargos técnicos.

  4. Bilionário Warren Buffett

    Procure emprego como se não precisasse, diz 2º mais rico do mundo

    O que esperar quando o segundo homem mais rico do mundo e o homem mais rico do Brasil se sentam à sua frente? Para estudantes brasileiros que organizaram e participaram da Brazil Conference, na Universidade Harvard, no último fim de semana, os donos de fortunas que, juntas, somam quase US$ 105 bilhões (de acordo com a "Forbes"), levaram conselhos sobre sucesso nos negócios e na vida.

  5. Crédito: SAO PAULO - SP - BRASIL, 06-04-2017, 16h00: CARREIRAS - PERSONAGEM. Retrato de Carolina Muniz, gerente senior de marketing da Ypioca, da Diageo. (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress, CARREIRAS) ***EXCLUSIVO FSP***

    Empresas trocam formulário e nota por bate-papo com o chefe

    A efetividade do modelo tradicional de avaliação de desempenho -com formulários, notas e balanços anuais- vem sendo questionada por todos: especialistas, empresas e funcionários.

  6. Young beautiful happy woman playing in blue water on a sunny day. Pretty girl enjoying vacation, sun and sea.

    As razões pelas quais algumas pessoas não tiram folgas (e são culpadas)

    Todo ano, Erika Anderson tira cinco semanas de folga do trabalho.

  7. Arquitetura corporativa

    Por que escritórios abertos podem ser ruins para os funcionários

    Há quatro anos, Chris Nagele fez o que muitos executivos no setor de tecnologia já tinham feito - ele transferiu sua equipe para um chamado escritório aberto, sem paredes e divisórias.

  8. ORG XMIT: 53616c7465645f5f0d22b671201329e5 Stock Photo: Michal Kowalski / senior and junior businessman discuss something during their meeting, office background Release information: Signed model release filed with Shutterstock Images LLC ***DIREITOS RESERVADOS. NÃO PUBLICAR SEM AUTORIZAÇÃO DO DETENTOR DOS DIREITOS AUTORAIS E DE IMAGEM***

    É preciso mesmo amar o trabalho? Compare duas visões opostas

    A reportagem da Folha convidou dois especialistas para avaliar se a paixão pelo trabalho, característica comum entre a Geração Y, nascida entre 1980 e 1995, é mesmo tão importante. Beatriz Braga, professora da FGV, acha que é fundamental gostar do que faz, enquanto Sigmar Malvezzi, da USP, afirma que a frustração faz parte da construção de uma trajetória profissional.

  9. Livros - carreiras

    Gestores e especialistas indicam leituras para dar um gás na carreira

    O livro de cabeceira é um aliado importante na ascensão profissional. "As leituras podem ajudam a mostrar caminhos, seja por orientações de especialistas ou pela experiência dos autores, além de revelar tendências organizacionais", afirma Denise Delboni, doutora em administração e professora da FGV (Fundação Getulio Vargas).

  10. SÃO PAULO, SP, BRASIL, 29-03-2017: Nathalia heraki Bittar, 26, gerente de mkt O Carreiras dessa semana vai debater a necessidade, muito comum entre a nova geração, de transformar hobby em emprego e ter como prioridade amar o que faz. A Nathalia, no caso, está disposta a conceder e fazer sacrifícios na carreira em nome de seus objetivos. (Foto: Avener Prado/Folhapress, CARREIRAS) Código do Fotógrafo: 20516 ***EXCLUSIVO FOLHA***

    Geração Y quer um emprego que ame, mas deve ter paciência para crescer

    Os jovens nascidos entre 1980 e 1995 -a chamada geração Y- têm pressa de crescer. "Eles têm uma formação mais sólida que a de seus pais, sabem disso e querem cargos de chefia", afirma Larissa Laibida, headhunter da recrutadora Robert Half.

  1. 1
  2. 2
  3. 3
  4. 4
  5. 5
Publicidade
Publicidade
Publicidade